Canal Exclusive
Revista Online

Poupança tem melhor saldo para julho desde 2014, Brasil entre últimos em ranking de automação e outras notícias

por Redação | publicado em quarta, 08 de agosto de 2018



As notícias mais importantes do momento, selecionadas pelos editores do LinkedIn. Participe da conversa nos comentários abaixo.

Poupança tem melhor saldo para julho desde 2014. De acordo com o Banco Central, houve entrada líquida de R$ 3,748 bilhões no 5° mês consecutivo de resultados positivos para a caderneta. O valor corresponde ao montante de dinheiro depositado pelos brasileiros na poupança, já subtraídos os saques. Até então, um resultado melhor do que esse só havia sido registrado em julho de 2014, quando o saldo chegou a R$ 4,02 bilhões. Em 2015 e 2016, auge da crise econômica, os saques haviam superado os depósitos. A recuperação do saldo da poupança só começou a se esboçar no 2° semestre de 2017.

Brasil fica nos últimos lugares em ranking mundial de automação. Segundo dados da IFR (Federação Internacional de Robótica), o país disponibiliza dez robôs a cada 10 mil trabalhadores, resultado que coloca o Brasil na 39ª posição em um ranking de 44 países que mais usam a tecnologia. A liderança é da Coreia do Sul, com 631 robôs/10 mil trabalhadores, seguida por Singapura (488) e Alemanha (309). A média global é de 74. De acordo com Fernando Madani, coordenador do curso de engenharia de controle e automação do Instituto Mauá de Tecnologia ouvido pela Folha de S. Paulo, o atraso na automação acaba afetando a competitividade brasileira no mercado: "Existe o medo da perda de empregos que a automação traria. Mas, se não formos mais eficientes, vamos perder todos os empregos", diz.

Investidores com mais de 66 anos dominam metade da Bolsa. Mesmo sem ter a maioria das contas, a faixa etária soma impressionantes R$ 79,4 bilhões em ativos na B3. O montante representa quase metade (44,65%) do investido em Bolsa, distribuído por 106 mil contas. Para se ter uma ideia, a faixa dos 36 aos 45 anos, com 179,9 mil cadastros, tem apenas R$ 20 bilhões — ou 11,34% do total. Ouvido pelo Estadão, o professor da B3 Educação, Luiz Pardal, explica que os grandes responsáveis por essa conta são tempo livre e sobra financeira.

Magazine Luiza registra lucro 94,5% maior do que mesmo período no ano passado. Os R$ 140,7 milhões somados no segundo trimestre do ano foram impulsionados pelas vendas online, que cresceram 66,1%. O valor dos itens comercializados pelo site atingiu R$ 1,526 bilhão entre abril e junho, atingindo 33% da receita total da companhia ao final de junho. O resultado acumulado do primeiro semestre deste ano é um lucro de R$ 288,2 milhões, um crescimento de 120,2% na comparação anual. Os números também acompanham o crescimento físico da marca no ano: o Magazine Luiza encerrou junho com 885 lojas em funcionamento, 71 PDVs a mais do que no mesmo mês de 2017. Só no segundo trimestre de 2018, a empresa inaugurou 27 novas lojas.

Agência de risco afirma que alta do dólar é a maior ameaça para emergentes. Em evento realizado em São Paulo, o chefe global de ratings soberanos da Fitch, James McCormack, afirmou que se o dólar ficar mais forte, as notas dos países emergentes tendem a cair. Segundo ele, isso acontece pois a depreciação cambial encarece o custo da dívida externa e costuma levar a uma diminuição das reservas internacionais dos países em desenvolvimento. Além disso, o preços das commodities cai, mas sem necessariamente causar um impacto positivo nas exportações ao longo do tempo.

Ideia do dia: no afã de inovar, muitos negócios acabam bombardeando seus clientes com infinitos modelos, versões, sabores e formatos de produtos — o que proporciona uma experiência confusa e até estressante para quem compra. Para evitar isso, as marcas precisam se posicionar como facilitadoras da decisão do consumidor, diz Kaio Serrate, fundador da LabFazedores:

“Pense no website de uma grande livraria ou de outra grande varejista online. Existem várias ferramentas (…) para facilitar o processo decisório: recomendações, sugestões baseadas em compras anteriores, buscas customizadas (…) Curadoria é o nome do jogo”

Qual a sua opinião? Participe da conversa nos comentários abaixo.

Guilherme Odri e Claudia Gasparini

Compartilhe usando a hashtag #BoletimDiário.

(Foto: Ricardo Funari/Brazil Photos/LightRocket via Getty Images)


Comentários

Mais lidas

Card image cap
Por que fazemos o que fazemos?

Ler matéria
Card image cap
Projeto Cidade do gás

Ler matéria
Card image cap
1ª corrida contra o câncer beneficia ONG que doa perucas para pacientes oncológicos

Ler matéria
Card image cap
Uma goleada do Vila da Copa

Ler matéria
Card image cap
Rede internacional de sorvetes Cold Stone Creamery inaugura loja em BH

Ler matéria