Canal Exclusive
Revista Online

Sapucaí recebe a saideira do Circuito Gastronômico de Favelas

por Redação | publicado em quinta, 09 de agosto de 2018



Evento vai reunir em dois dias de festa os 30 cozinheiros que participaram da edição atual

A caravana do Circuito Gastronômico de Favelas está chegando ao fim. E para comemorar o sucesso da segunda edição do evento, os 30 cozinheiros e cozinheiras das diferentes comunidades de Belo Horizonte e região metropolitana estarão reunidos em uma grande festa neste sábado e domingo (11 e 12 de agosto), na Rua Sapucaí, na Floresta.

Será uma grande confraternização embalada pelo Samba da Vera e o rapper Flávio Renegado e Manu Dias, que receberão Wilson Simoninha, Lindo Bloco do Amor e Unidos do Samba Queixinho. A pista também vai ser animada pelos DJ’s Maulinho e Palomita No sábado, a festa vai começar ao meio-dia e se estenderá até às 21h. No dia seguinte, será de 11h às 20h. E o melhor de tudo: o preço máximo dos pratos será R$ 15!

Haverá ainda um workshop comandado pelo chef carioca João Diamante, de apenas 25 anos, do restaurante Fazenda Culinária, localizado no Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro. Ele vai ensinar ao público a preparação de bolinhos de tapioca com recheio de queijo coalho.

João Diamante foi criado em uma favela no Rio e se destacou na cozinha. Trabalhou em Paris com o lendário Alain Ducasse e, ao retornar ao Brasil, desenvolveu o projeto Diamantes na Cozinha, que oferece aulas sobre fundamentos da gastronomia a jovens e adultos carentes.

Em sua segunda edição, o Circuito Gastronômico de Favelas foi criado para fortalecer a cadeia produtiva das comunidades e colaborar com a geração de emprego e renda. “É o melhor projeto da minha vida. E olha que já rodei com produção. É muito bacana potencializar o outro através do que você gosta de fazer. O projeto colabora com a geração de renda e com as relações que estabelecemos. Há muito afeto envolvido”, afirma Danusa Carvalho, idealizadora do circuito.

O evento conta com o apoio do Servas desde a primeira edição, no ano passado. “A boa gastronomia não é apenas a alta gastronomia. Come-se muito bem dentro das comunidades com uma oferta incrível de pratos muito saborosos e que carregam alguma tradição. E há pessoas ali que só precisam de uma oportunidade para alavancar o seu negócio, porque elas já têm na gastronomia um complemento de renda ou sobrevivem da gastronomia. Precisam apenas de mais capacitação para melhoria da gestão da sua empresa. O Servas apoia o circuito desde a primeira edição por isso, porque acredita na gastronomia como fator de geração de emprego e renda”, afirma Carolina Pimentel, presidente da instituição e primeira-dama do estado.

O Circuito

Este ano, a caravana do Circuito Gastronômico de Favelas percorreu várias comunidades da capital mineira e região metropolitana. De 3 de junho a 29 de julho, passou pelos aglomerados da Serra e do Santa Lúcia, pela Pedreira Prado Lopes, pelo Alto Vera Cruz, Morro Pedras, Barreiro e pelas vilas Dias e Acaba Mundo. Mais de 20 mil pessoas passaram por essas praças, aquecendo a economia local.

Serviço

Onde?

Rua Sapucaí (esquina com Avenida Francisco Sales – Floresta)

Quando?

Sábado (11 de agosto), de 12h às 21h.

Domingo (12 de agosto), de 11h às 20h

Quanto?

Entrada franca

Atrações?

Wilson Simoninha

Samba da Vera

Lindo Bloco do Amor

Unidos do Samba Queixinho

Mais informações

circuitogastronomicodefavelas.com

facebook.com/rangonafavela

Fotos: Júlia Lanari


Comentários

Mais lidas

Card image cap
Por que fazemos o que fazemos?

Ler matéria
Card image cap
Projeto Cidade do gás

Ler matéria
Card image cap
1ª corrida contra o câncer beneficia ONG que doa perucas para pacientes oncológicos

Ler matéria
Card image cap
Uma goleada do Vila da Copa

Ler matéria
Card image cap
Rede internacional de sorvetes Cold Stone Creamery inaugura loja em BH

Ler matéria