Belo Horizonte, 12/12/2019

Espaço do Conhecimento UFMG tem programação especial sobre cultura afro no Mês da Consciência Negra

por Redação | publicado em segunda, 11 de novembro de 2019



Exposição e atividades integram o Festival de Arte Negra (FAN) e são gratuitas


No Mês da Consciência Negra, o Espaço do Conhecimento UFMG preparou uma programação especial para todas as idades. Com o intuito de valorizar as culturas de matriz africana, o museu promove atividades de 16 a 30 de novembro. As ações integram a programação associada do Festival de Arte Negra (FAN), evento bienal promovido pela Prefeitura de Belo Horizonte.

Um dos destaques da programação é a exposição Docência Negra, que dá visibilidade a professores negros da UFMG. A mostra exibe fotos e depoimentos desses docentes, que contam suas trajetórias no meio acadêmico. A produção é fruto de uma pesquisa de quatro estudantes da Universidade e será aberta ao público no dia 16.

Os estudantes Camila Mendes Moreira, Letícia Reis dos Santos, Roberth Daylon dos Santos Freitas e Thiago Cordeiro Almeida desenvolveram o projeto com assistência financeira da Chamada PRAE 2019, da Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis da UFMG. A mostra fica aberta ao público até 30 de novembro.

Para marcar o lançamento da exposição, às 16h, o museu recebe a Roda de Conversa com a Professora Nilma Lino Gomes, que abordará o quadro de professores negros da UFMG. Quem são eles, que espaços ocupam, quantos são em relação ao quadro geral de professores? Os visitantes poderão participar da conversa com perguntas e comentários. A classificação é livre.



Programação especial


No final de semana da inauguração da exposição, o Espaço promove uma programação especial. No dia 16, às 14h, haverá uma contação de histórias voltada para o público infanto-juvenil. A atividade Histórias da África de A a Z apresenta personagens importantes das culturas Akan, Banto, Yorubá e Zulu. Indicada para todas as idades, a atração tem entrada gratuita.

Mais tarde, às 18h15, o Clubinho de Leitura leva os pequenos para o mundo do rap por meio do livro do artista Emicida. Amoras é a primeira publicação infantil do rapper, que aborda a importância de reconhecer-se no mundo e de nos orgulharmos de quem somos desde crianças. A atividade também tem classificação livre.

No dia 17, domingo, às 15h, está marcada a exibição do documentário Favela em Diáspora, que trata do movimento de moradores de uma comunidade periférica de Belo Horizonte para conjuntos habitacionais. A atividade será conduzida pelo professor Cristiano Cezarino, da Escola de Arquitetura da UFMG, que apresentará uma visão desses movimentos a partir da perspectiva do urbanismo.

Multiverso leva poesia para o museu!
A arte negra vai invadir o Espaço do Conhecimento UFMG no dia 23, às 17h. O Multiverso de novembro recebe o grupo de poetisas belo-horizontino Preta Poeta, que encerrará sua temporada 2019 com o lançamento um zine, produção impressa independente. A apresentação será no formato de um sarau de poesias. A classificação é livre.

Divulgação científica em pauta
Uma das docentes negras da UFMG, Rosy Isaias, do Instituto de Ciências Biológicas realiza a oficina Por dentro das galhas com o grupo de pesquisa que coordena. No dia 24 de novembro, às 15h, um jogo interativo convida o público a entender o funcionamento dos micro-organismos que vivem dentro de plantas, flores e folhas, formando as galhas. Podem participar pessoas a partir de 07 anos.

Perspectivas para o futuro
A programação especial do Mês da Consciência Negra será encerrada com a Roda de Conversa: Ações Afirmativas e Política de Reserva de Vagas na UFMG. O debate analisa os seis anos da implantação de cotas na Universidade, seus desafios e resultados. A atividade começa às 17h do dia 30 de novembro e tem classificação livre.


Festival de Arte Negra (FAN)
O FAN é realizado pela prefeitura, desde 1995, e reconhecido como um dos maiores do gênero no Brasil. O evento movimenta a cidade e se dedica a fortalecer as matrizes tradicionais africanas e aquelas resultantes do contato com outras culturas.

O Espaço do Conhecimento UFMG estimula a construção de um olhar crítico acerca da produção de saberes. Sua programação diversificada inclui exposições, cursos, oficinas e debates. Integrante do Circuito Liberdade, o museu é fruto da parceria entre a UFMG e o Governo de Minas. O Espaço está subordinado à Diretoria de Ação Cultural (DAC) da Universidade, é amparado pela Lei Federal de Incentivo à Cultura e conta com patrocínio da Unimed-BH, do Instituto Unimed-BH e da Petrobras.

  • Serviço:
    Programação do Mês da Consciência Negra
    Onde: Espaço do Conhecimento UFMG – Praça da Liberdade, 700, Funcionários, BH.
    Entrada: gratuita

    Exposição Docência Negra
    Quando: 16 a 30 de novembro
    Classificação: livre

    Histórias da África de A a Z
    Quando: 16 de novembro, às 14h
    Classificação: livre

    Roda de Conversa com a Professora Nilma Lino Gomes
    Quando: 16 de novembro, às 16h
    Classificação: livre

    Clubinho de Leitura: Amoras
    Quando: 16 de novembro, às 18h15
    Classificação: livre

    Exibição do documentário Favela em Diáspora
    Quando: 17 de novembro, às 15h
    Classificação: livre

    Multiverso apresenta Preta Poeta
    Quando: 23 de novembro, às 17h
    Classificação: livre

    Por dentro das Galhas
    Quando: 24 de novembro, às 15h
    Classificação: a partir de 07 anos

    Roda de Conversa: Ações Afirmativas e Política de Reserva de Vagas na UFMG
    Quando: 30 de novembro, às 17h
    Classificação: livre

Comentários