Belo Horizonte, 28/10/2020

FEED DOG BRASIL - Festival Internacional de Documentários de Moda traz para BH diálogo entre moda e cinema

por Redação | publicado em sexta, 27 de setembro de 2019



O universo da moda e toda sua pluralidade estarão no Festival que acontece na capital mineira de 01 a 06 de outubro. A programação conta com 11 películas nacionais e internacionais, dentre curtas e longas-metragens, debates, exposição e oficinas

A moda como um amplo fenômeno cultural e as discussões mais quentes da atualidade em torno desse universo sob a ótica cinematográfica. Esta é a proposta do Festival Internacional de Documentários de Moda (FEED DOG BRASIL), que pela segunda vez desembarca em Belo Horizonte. De 01 a 06 de outubro, terça a domingo, no Sesc Palladium, no Museu da Moda (MUMO) e na Una – Campus João Pinheiro II, uma intensa programação gratuita vai revelar diversos elementos que envolvem o mundo da moda, que vai muito além do que se vê nos desfiles e nas vitrines.

Criado no ano de 2015 em Barcelona, o FEED DOG iniciou sua atuação no Brasil com a realização de uma edição em São Paulo, em 2017. Em 2018 realizou uma edição em Belo Horizonte e agora retorna com uma nova programação. São 11 documentários, sendo 08 inéditos, além de debates e oficinas que reafirmam a moda como uma atividade de identificação universal.

Com curadoria da documentarista e jornalista Flávia Guerra e do publicitário Marcelo Aliche, o FEED DOG BRASIL retorna a Belo Horizonte, cidade conhecida como a “Capital da Moda” por suas iniciativas para alavancar o setor, que inclusive abriga o primeiro museu público destinado à atividade de moda no Brasil, o MUMO.

“Queremos também fazer jus à tradição da moda mineira. Minas é um dos polos mais importantes na produção de moda, tanto artesanais, quanto sofisticadas. Empresários da moda e vestuário brasileiros com tradição, inovação e criação de estilo estão aqui. É um hub que pensa muito o setor, com criadores incríveis e que merece ter um festival como esse”, explica Flávia Guerra. Marcelo Aliche reforça: “Ficamos muito contentes de trazer o FEED DOG mais uma vez para Minas. Estamos contando com uma série de profissionais que são do Estado, apostando muito nessa proximidade. A moda pode ser universal e local ao mesmo tempo em muitos dos seus aspectos”.

O Festival propõe atividades complementares às sessões de cinema para aproximar o público dos diretores e dos diversos profissionais especializados que ministram as palestras e oficinas, promovendo uma experiência completa e mais profunda. “Todos os filmes, procuram dar uma visão mais ampla do mundo da moda e continuamos insistindo nisso: moda é cultura. Moda não é só estilistas, marcas, modelos famosas e um milhão de pessoas fazendo selfiepara tentar se tornar digital influencers. Moda é uma coisa muita séria. É uma indústria, é talento, é gente que trabalha duro e, casualmente, ela é interpretada de maneira frívola”, destaca Aliche.

CELEBRATION ABRE O FESTIVAL

A atração de abertura do FEED DOG BRASIL será a estreia do longa francês “Celebration”, de Olivier Meyrou, que retrata os últimos anos de Yves Saint Laurent como nunca se viu. Este documentário – que Pierre Bergé, cofundador da marca, inicialmente proibiu – mostra a implacável passagem do tempo e o alto preço de viver de criações e do êxito. A sessão especial acontece na terça-feira (01/10), às 20h, no Sesc Palladium.

No dia 06/10, o filme será novamente exibido às 18h15, também no Sesc Palladium. Trailer do filme https://www.youtube.com/watch?v=QhundZUoYmE

UMA VOLTA AO MUNDO

Oito produções internacionais inéditas estão na programação do FEED DOG BRASIL. Filmes da França, Estados Unidos, Finlândia, Índia, Reino Unido, Alemanha e uma coprodução Japão/Camboja trazem diferentes realidades e perspectivas sobre o mundo fashion.

The Gospel According to André”, longa americano de Kate Novack, conta a história de uma figura quase onipresente nesta indústria, André Leon Talley. Ele esteve no centro do mundo da moda por muitos anos, ocupando a primeira fila de todos os grandes desfiles, sendo, inclusive, editor da Vogue. O filme será exibido na quarta-feira (2/10), às 19h30 e reprisado na sexta-feira (4/10), às 16h. Trailer do filme https://www.youtube.com/watch?v=KzZkVGCY5rY

Um filme para refletir sobre as condições laborais e o consumo é o longa “Machines”, coprodução da Índia, Alemanha, Finlândia, dirigido por Rahul Jain. A obra nos leva a uma gigantesca fábrica têxtil indiana. Lá se pode ver o trabalho físico desumanizante e cheio de dificuldades. “Machines” será exibido no domingo (6/10), às 16h, seguido por debate com Ricardo Santiago e Lívia Miraglia, mediado por Valéria Said. Trailer do filme https://www.youtube.com/watch?v=GacM4wIQJSg

Coco Chanel, referência universal quando o assunto é moda, também estará no Festival com a produção francesa “The Wars of Coco Chanel”, de Jean Lauritano. O filme revela um enorme instinto de sobrevivência, um temperamento forte e uma ambição sem limites, que a transformaram em dona de um império. O filme mostra a cara menos conhecida desta gigante da moda. As exibições serão na quarta-feira (2/10) e sábado (5/10), sempre às 18h15. Trailer do filme https://sales.arte.tv/fiche/LES_GUERRES_DE_COCO_CHANEL

Em uma coprodução Japão/Camboja, “Cambodian Textiles”, de Tatsuhito Utagawa, traz a saga da produção da seda pelas mãos de um japonês radicado no Camboja, que resgata o processo artesanal desses tecidos de forma sustentável. Uma tradição milenar que, por motivos do excesso de procura através da fast-fashion, está em risco de extinção. “Cambodian Textiles” será exibido em duas sessões, quinta-feira (3/10) às 18h15 e sábado (5/10) às 16h. Esta última será seguida de debate com a designer Mary Arantes. Trailer do filme https://vimeo.com/263298765

Outro ícone, Alexander McQueen, também tem sua vida na tela do Festival. O longa do Reino Unido, “McQueen”, de Ian Bonhôte e Peter Ettedgui conta como o gênio da passarela exorcizava seus demônios na moda e em suas criações. Um personagem complexo, que era incapaz de assumir seu sucesso e encontrar a paz, é retratado na produção que será exibida na quinta-feira (3/10), às 16h e na sexta-feira (4/10), às 19h30. Trailer do filme https://www.youtube.com/watch?v=4OjX3ZbsfbU

No francês “À Quoi Sert La Haute Couture?”, Loïc Prigent revela um mundo tão fascinante quanto desconhecido para o público em geral: a alta costura. Um passeio pelos corredores mais sofisticados do mundo para descobrir porque se paga mais 200 mil euros por um vestido bordado de uso único. O filme terá sessão na quinta-feira (3/10) às 19h30 e na sexta-feira (4/10) às 18h15.

A ascensão e queda do império Halston parece ficção e é relembrada na produção americana “Halston”. O filme traz a história de como um garoto que fazia os chapéus de Bergdorf Goodman se converteu no rei da moda americana e foi derrubado por ele mesmo. As exibições acontecerão na quarta-feira (2/10), às 16h e no domingo (6/10), às 19h30. Trailer do filme https://www.youtube.com/watch?v=Z_npgDEPQsM

NO BRASIL

Três produções nacionais estão na programação do FEED DOG. Do cineasta pernambucano Marcelo Gomes, “Estou me guardando para quando o carnaval chegar” se passa na cidade de Toritama, considerada um centro ativo do capitalismo local, onde mais de 20 milhões de jeans são produzidos anualmente em fábricas caseiras. Orgulhosos de serem os próprios chefes, os proprietários destas fábricas trabalham sem parar em todas as épocas do ano, exceto o carnaval: quando chega a semana de folga, eles vendem tudo que acumularam e descansam em praias paradisíacas. A exibição do longa terá sessão única no SESC Palladium, no sábado (5/10), às 19h30, seguida de debate com o coprodutor do filme Ernesto Soto. Trailer do filme https://www.youtube.com/watch?v=zNAmtxJNe6o

Alfaiates de Belo Horizonte”, o curta dirigido por Sílvia Godinho e Ana Luisa Santos apresenta um olhar sobre o ofício da alfaiataria como estratégia de investigação sobre a vida e o tempo. Cinco alfaiates de diferentes gerações e origens, ainda em atividade, revelam suas memórias, a trajetória na profissão e a relação da alfaiataria com a cidade. O curta será exibido no MUMO na quinta-feira (03/10), às 18h30, no sábado (05/10) em duas sessões, às 11h e às 19h, e na sexta-feira (4/10), às 19h, seguido de debate com as diretoras do filme. Trailer do filme https://www.youtube.com/watch?v=cjN5EnjD9ok

Planeta Fábrica”, filme de Julia Zakia, capta os últimos momentos de uma fábrica de chapéus em Campinas, no interior de São Paulo, que está prestes a ser demolida. É o mesmo lugar registrado por Adrian Cooper em “Chapeleiros” (1983), quando a produção ali estava no auge. A exibição desse curta está marcada para a quinta-feira (03/10), às 18h30 e sábado (05/10) em duas sessões, às 11h e às 19h. Trailer do filme https://vimeo.com/316355587

EXPOSIÇÃO ALFAIARTE"

O FEED DOG BRASIL traz para o público uma exposição sobre a arte da alfaiataria, em cartaz no MUMO do dia 2 até o dia 27 de outubro. A mostra, do alfaiate artista Blade, apresenta as várias etapas de criação de um terno com a exposição de sete peças em diferentes estágios do feitio, expondo artisticamente estes afazeres até se chegar à peça final. Tirar as medidas, escolher e cortar do tecido, modelar e outros detalhes tão significativos para alcançar uma peça elegante estarão representados.

A exposição também conta com cinco produções audiovisuais que mostram as etapas de produção e como elas dependem do trabalho, da sensibilidade e da paixão de quem exerce essa função. O público ainda poderá experimentar as peças e simular a participação em um desfile que será filmado e projetado em tempo real.

Blade, criado numa família com tradição na alfaiataria e responsável pelos ternos que vestem a elite mineira, incluindo todos os governadores do Estado, conhece o ofício desde menino. Na exposição, quer mostrar parte de sua rotina como alfaiate, como é seu o dia em cinco momentos. Ele quer provocar uma reflexão sobre o tempo, o ofício e sua vocação. “Criar uma peça exige que se esteja alheio à correria que o mundo se encontra. Fazer roupa é um trabalho exímio, tem um tempo certo. Quero passar o meu dia com satisfação porque hoje é tudo muito instantâneo. O que importa é ter paz, sossego e viver sem medo. Fazer o que alegra o coração. E só”, diz.

A abertura, com visita guiada pelo artista Blade, será na quarta (02/10), às 18h.

PARA PENSAR

Com o intuito de proporcionar ao público oportunidades de pensar e discutir sobre temas atuais ligados ao universo da moda, o FEED DOG receberá mesas-redondas abertas ao público.

“O Futuro da Moda” aborda novos paradigmas no consumo e produção de moda, tendo a tecnologia como um dos fatores preponderantes para estabelecer novos cenários da indústria. Os palestrantes Jussara Romão e Tarcísio D’Almeida vão falar sobre como as marcas brasileiras podem atuar e se relacionar com os movimentos que regem o novo formato da economia no mundo. A mesa será realizada no dia 02/10, quarta-feira, no MUMO, às 19h e terá mediação de Natalie Oliffson.

Em outra mesa, Juliana Lopes e Ronaldo Silvestre trarão o tema “Sustentabilidade e Responsabilidade Social estão na Moda?”. Em pauta, os rumos que a indústria e o mercado da moda têm traçado para criar produtos, meios e métodos de produção social e ambientalmente responsáveis e sustentáveis. Atualmente, a preocupação com reaproveitamento de materiais e a exigência do consumidor pela transparência das empresas estão em alta. O que este movimento traz de mudança tanto para a produção da moda quanto para o estilo? Esta questão será debatida, assim como as relações de produção e de trabalho no universo da moda, como o upcycling, o trabalho com materiais não convencionais, entre outros. Será na quinta-feira (03/10), às 19h, no MUMO, com mediação de Valéria Said.

OFICINAS GRATUITAS

O FEED DOG BRASIL também promoverá em sua programação oficinas gratuitas abertas ao público. As inscrições devem ser feitas com antecedência pelo site http://br.feeddog.org/.

Aldo Clécius vai ministrar a “Oficina Criação de Figurino Fashion”. A atividade introduzirá os participantes na criação de figurinos, da ideia ao croqui. As aulas ainda terão estudo de conceitos e fundamentos da área, estabelecimento de relações entre figurino, história da arte e da moda, processos de pesquisa e criação. Trinta vagas serão disponibilizadas para esta oficina. A atividade acontecerá nos dias 02, 03 e 04 de outubro, no MUMO, das 14h às 18h.

Na oficina “Bordado Artístico”, Marina Seif faz uma análise do bordado na cena artística contemporânea, identificando ícones, cores e demais elementos gráficos para elaboração de bordados. Para isto serão ensinados alguns pontos para a realização dos mesmos. A “Oficina Bordado Artístico” terá duas turmas com 12 vagas cada: quinta-feira (03/10) das 9h às 13h na Una - Campus João Pinheiro II e no sábado (05/10) das 15h às 19h no MUMO.

A sustentabilidade também tem presença nas atividades educativas, através da “Oficina Ecobag”. Ministrada por Marina Seif, os participantes poderão refletir sobre a produção de resíduos no dia a dia, seus impactos ambientais e como é possível reduzi-los através do reaproveitamento de materiais promocionais. Para isso, serão desenvolvidas ecobags personalizadas, cujo material base serão banners de eventos já realizados, propondo também que os participantes reaproveitem outros materiais como retalhos e caixas tetrapak. Essa oficina terá duas turmas com 12 vagas cada e acontecerá na quinta-feira (03/10) das 15h às 19h na Una - Campus João Pinheiro II e no sábado (05/10), das 10h às 14h, no MUMO.

SOBRE O FEED DOG

O FEED DOG nasceu em Barcelona em 2015. Em 2017 foi feita a primeira edição no Brasil, na cidade de São Paulo. Belo Horizonte é a segunda cidade brasileira a receber o festival, com filmes inéditos e programação pensada especialmente para o público mineiro. O festival tem como objetivo principal revelar ao público os diversos elementos que compõem o universo da moda, destacando sua importância como valor cultural e forma de posicionamento universal.

O projeto FEED DOG BRASIL em Belo Horizonte é uma realização da In-Brasil Cultural e da produtora cultural Lais Vitral, gestão da Vitral Bureau Cultural, com patrocínio exclusivo da Riachuelo através da Lei Estadual de Incentivo à Cultura de Minas Gerais. Apoio cultural do Sesc em Minas, Museu da Moda e Centro Universitário Una.

SERVIÇO

FEED DOG BRASIL 2018 - Festival Internacional de Documentários de Moda

Quando: 01 a 06 de outubro - terça a domingo

Local: Sesc Palladium (R. Rio de Janeiro, 1046 – Centro), Museu da Moda (R. da Bahia, 1149 - Centro) e Una - Campus João Pinheiro II (Av. João Pinheiro, 580 - Lourdes).

Programação completa no site: http://br.feeddog.org

Entrada Franca conforme a seguir:

Cinema no Sesc Palladium: retirada de ingressos com 30 minutos de antecedência.

Atividades MUMO (filmes e mesas redondas): retirada de ingressos com 30 minutos de antecedência.

Oficinas: Inscrições gratuitas antecipadas pelo site: http://br.feeddog.org a partir de 16 de setembro.

Abertura oficial da exposição Alfaiarte no MUMO: quarta-feira (02/10) às 18h.

Exposição até 27/10: de terça a sexta, das 9h às 21h e sábado e domingo, das 10h às 14h.


Comentários