Belo Horizonte, 04/07/2022

FIGA – Festival de Gastronomia e Arte apresenta novos talentos da gastronomia

por redacao | publicado em terça, 14 de junho de 2022



Foto: chef Sofia Marinho/ Divulgação

O evento está em sua primeira edição e conta com intervenções artísticas e programação musical

Nos dias 16, 17, e 18 de junho, o FIGA – Festival de Gastronomia e Arte apresenta ao público uma diversidade de sabores e técnicas, com o frescor dos restaurantes que compõem o cenário recente da gastronomia de Belo Horizonte. O evento, que acontece nos jardins do Palácio das Mangabeiras, das 12h às 22h, conta ainda com a presença do renomado chef Rubens Salfer, que atualmente é o chef executivo do grupo D.O.M, de Alex Atala.

Para o curador do FIGA, Jorge Ferreira – chef à frente do Olivia Mediterrâneo –, o evento chega também para fortalecer o setor. “O festival vem com uma turma nova, mostrando como BH é diversa e cheia de talentos. Além disso, promove um intercâmbio que une os profissionais”, assegura Jorge, que aposta no arroz de pato, vinagrete de polvo e trufa de joelho de porco para surpreender os visitantes.

O chef convidado Rubens Salfer, mais conhecido como Catarina, chega com três opções de pratos: Bolinho de aligot com geleia de abacaxi e pimenta; Bobó camarão, abóbora e azeite de azeite de ervas; e Carne de panela e canjiquinha. “O conceito dos pratos é trazer um pouco do que eu acredito, de aproveitar os ingredientes de todas as formas, com um ar de comida de casa de vó”, explica Safler.

Entre os novos nomes está a chef Sofia Marinho, que comanda A Cozinha de Sofia, e apresenta duas clássicas empanadas argentinas de entrada, a criolla que leva carne levemente picante, ovo cozido, passas e azeitona; e a fugazetta composta por queijo canastra, cebola e orégano. Neste caso, o queijo canastra entra no lugar da mozarela para dar um toque mineiro. Como prato principal, será servido um Ragu de ossobuco com risoto alla milanese. “O festival dá oportunidade para a nova geração de cozinheiros, então vou poder mostrar o meu trabalho a um público diferente e maior de pessoas, uma vez que meu espaço só funciona para eventos fechados e com reserva”, comenta a chef.

Também fresco em BH, está o Okinaki, chefiado por Gabriella Guimarães e Guilherme Furtado, que usaram sua experiência internacional para servir a cozinha asiática quente. No FIGA eles apresentam o Bao recheado com copa lombo de porco e molho de ostra, que é um pãozinho assado no vapor bem típico na China e no Japão; o Oniguiri de salmão com furikake de wasabi, uma espécie de comida de rua no Japão, um snack tão tradicional quanto os salgados no Brasil; e por fim o Saketini de melão, um coquetel sólido clássico feito com saquê e dry Martini. “É muito gratificante ser convidado para participar de um evento novo em Belo Horizonte. Entende que nós do ramo, cozinheiros e chefs de cozinha, precisamos nos unir mais e nos apoiarmos mais”, acredita o chef Guilherme Furtado.

A autêntica pizza italiana artesanal é trazida pelo chef napolitano Raffaele Autorino, do Popolare. Com massa levíssima, um molho de tomate bem feito, ele apresenta os recheios: Margherita, Calabresa e Pepperoni. Além disso, seu menu conta com camarão frito e isca de tilápia crocante, acompanhados por maionese de leite com ervas frescas e limão. Para finalizar o circuito gastronômico está a Espetacular Doceria, comandada por Elisa Dayrell, que se inspira nas pâtisseries da França para proporcionar uma experiência verdadeiramente parisiense em terras mineiras. No FIGA ela apresenta Trois chocolate; Bolo de pote com sabores sortidos; Tartelette de limão; e o tradicional Macaron nos sabores baunilha, avelã, pistache, chocolate e frutas vermelhas.

Para harmonizar os pratos, ou somente degustar uma boa bebida enquanto curte a programação, o evento conta com bares exclusivos de cervejas especiais, vinhos e drinks assinados pelo The URBN, referência de alta coquetelaria que tem à frente o mixologista Tiago Santos.

Com a proposta de oferecer uma experiência completa, o festival apresenta exposições artísticas dos artistas Rogério Fernandes e Fábio Vilarinho. Tudo isso regado à música, com diversas atrações, entre elas o Jimmy Duchowny Trio – um dos grandes nomes da cena do jazz em Belo Horizonte, a Banda Pipa, que vem despontando na cena jovem nacional, além de Banda Cash, DJ Nezt, Gustavo Andrade Blues Band, Banda Allunar e Banda No Label.

O FIGA – Festival de Gastronomia e Arte é patrocinado pela Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Belotur.

SERVIÇO:

FIGA – Festival de Gastronomia e Arte

Data: 16, 17 e 18 de junho

Horário: das 12h às 22h

Local: Parque do Palácio das Mangabeiras (rua Prof. Djalma Guimarães, 157 – Mangabeiras)

Ingressos: a partir de R$ 45 pelo sympla.com.br/festivalfiga

Crianças até 10 anos não pagam.

Evento conta com espaço kids e é pet friendly.

Mais informações: https://www.instagram.com/festivalfiga/


Comentários