Belo Horizonte, 20/06/2019

Formas e cores invadem BH

por Redação | publicado em quarta, 29 de maio de 2019



A artista plástica e designer Geo Victor apresenta a exposição “Osmose”, o seu mais novo trabalho gráfico, que equilibra formas, cores e elementos

A artista visual Geo Victor leva ao público, a partir do dia 28 de maio, a sua nova série “Osmose”, onde ela equilibra cores, formas e elementos, em uma apresentação essencialmente gráfica, numa troca entre meios que perpassam texturas e alimentam o espectador com um cenário de imaginário rico, potente e harmônico.

Conhecida por sua fotografia, Geo Victor, agora, mostra uma outra vertente de seu trabalho, com ênfase em sua formação, o design gráfico. A artista apresenta novas formas de expressão, ampliando os horizontes da sua arte. “Sou uma artista visual. A intenção da exposição Osmose é trabalhar com algo essencialmente gráfico, que já vinha acontecendo e agora é a oportunidade ideal para lançar essa nova roupagem do meu trabalho. Será uma intervenção gráfica, com sobreposições de elementos e cores. Quero trabalhar com essa referência de formas e cores básicas que criam as cores secundárias. Osmose é exatamente isso, a troca entre meios, o meio que alimenta o outro e essa é de forma analógica, uma maneira adequada de mostrar isso”, revela Geo Victor.

A exposição se dará em três momentos. Uma, a Circulação, na qual peças suspensas com fundo azul de policarbonato alveolar fará um cromaqui para destacar as peças opacas que vêm à frente. Ao serem vistas de frente, elas formam um desenho que se dá através do efeito das cores complementares. Porém, é possível, também, ver cada peça, uma a uma, em separado.

A outra instalação será a Vitrine, onde Geo Victor trabalha obras que terão como fundo o papel Panamá, que possui porosidade, e terá camadas sobre ele. Essa mostra, com obras que não estão fechadas, expressa ao espectador um olhar sugestionável, onde ele terá novas formas e maneiras de ver o trabalho exposto. Não é um quadro comum, emoldurado, para se pendurar na parede.

O terceiro momento da exposição, é a série Fresta, onde fotografias mostram uma visão oposta às que normalmente vemos em museus. Nesta, em vez da arte sendo observada pelas pessoas, são eles, os espectadores, que estão sendo observados pela arte. Nas fotos, o fundo e as cores se sobrepõem, marcando as pessoas e criando um novo efeito.

Os três ciclos da exposição Osmose estarão abertos para visitação durante o BH Design Festival, na Livraria da Rua, que fica na Rua Antônio de Albuquerque, 913, Funcionários, entre os dias 28 de maio e 8 de junho.


Comentários

Mais lidas

Card image cap
Por que fazemos o que fazemos?

Ler matéria
Card image cap
Projeto Cidade do gás

Ler matéria
Card image cap
1ª corrida contra o câncer beneficia ONG que doa perucas para pacientes oncológicos

Ler matéria
Card image cap
Uma goleada do Vila da Copa

Ler matéria
Card image cap
Rede internacional de sorvetes Cold Stone Creamery inaugura loja em BH

Ler matéria