Belo Horizonte, 19/08/2022

Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso abrem queixa formal de racismo contra mulher que atacou filhos do casal

por redacao | publicado em segunda, 01 de agosto de 2022



Após Titi e Bless, os filhos de Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso, terem sofrido ataques racistas em um restaurante em Portugal, a polícia do país confirmou que o casal abriu uma queixa formal. Com isso, as autoridades portuguesas abrirão uma investigação sobre o caso que envolve uma mulher branca portuguesa de 57 anos. Ela foi flagrada proferindo xingamentos racistas aos filhos de Giovanna e Bruno, além de ter atacado um grupo de turistas angolanos. Dependendo da forma que a Corte Portuguesa enquadrar o caso, a mulher, identificada como Maria Adélia Coutinho Freire de Andrade de Barros, pode pegar uma pena de seis meses a cinco anos de prisão. Vale lembrar que Maria Adélia foi detida quando Bruno Gagliasso chamou a polícia, mas já foi liberada.


Comentários