Belo Horizonte, 14/11/2019

Imprensa injusta?

por Redação | publicado em quarta, 06 de novembro de 2019



Por Fernanda Martins

Foto: Alexandre Vidal / Flamengo

Já faz algumas semanas que os principais programas esportivos do país vêm exaltando a forma que o time do Flamengo jogar e o jeito que o técnico português Jorge Jesus jogar. Até aí não há problema nenhum nesse contexto. O que muita gente no Twitter tem falado é do tanto que os privilégios aos clubes de Rio e Janeiro seguem sem fim.

O esquecimento fora do eixo

O processo discursivo não para por aí e trazendo para a realidade de Minas Gerais basta força a memória e se lembrar das campanhas de Cruzeiro e Atlético, em 2014 – em que o time do Galo arrematou a Copa do Brasil e o da Raposa o Campeonato Brasileiro.

Foto: Rodolfo Buhrer/Fotoarena

Foto: Agência Estado

O comando de Jesus

Foto: Thiago Ribeiro/AGIF

Nunca se falou tanto em “melhor time do século”, como tem acontecido com o clube comandando por Jesus. Os torcedores de outros clubes têm mostrado certo desgosto com parte da badalação da imprensa esportiva brasileira e outros técnicos estão nitidamente chateados com as matérias direcionadas ao bom estilo de jogo de Jesus.

Seria dor de cotovelo ou, realmente, há um descompasso de alguns jornalistas? Fato é que esse time do Flamengo precisa provar ser digno de toda essa badalação e esse processo começa com a final da Copa Libertadores (contra o River Plate), que saiu do Chile (devido à onda de protestos no país) e foi para Lima. Aguardaremos.


Comentários