Belo Horizonte, 19/08/2022

Instituições mineiras se unem e lançam inovadora ferramenta em prol da saúde motora corporal

por redacao | publicado em terça, 28 de junho de 2022



Foto: divulgação

Instituto de Inovação e Incorporação Tecnológica Ciências Médicas e PhysioCode são os idealizadores do aplicativo que beneficia a promoção da qualidade de vida por meio da análise da postura e do movimento

É certo que, na pandemia, muitos setores entraram em crise. Outros, aproveitaram a adversidade para buscar e criar soluções. Áreas relacionadas à vida em isolamento e ao home office expandiram recursos que facilitam conferências remotas, como as lives em streaming que se tornaram rotina. A área de tecnologia registrou um aumento em participação no PIB Brasileiro, que já é de 6,8%. O brasileiro se rendeu ao uso de aplicativos para quase tudo, até mesmo na avaliação da sua saúde e bem-estar. Os recursos tecnológicos também quebraram barreiras, progrediram e se disseminaram. Uma tendência que, acredita-se, é um caminho sem volta, já que estamos numa fase crescente de realidade aumentada e inteligência artificial.

Nesse contexto, foi desenvolvido o aplicativo PhysioCode, da empresa de mesmo nome, que está sendo lançado em parceria com o Instituto de Inovação e Incorporação Tecnológica Ciências Médicas, que tem como mantenedora a Feluma (Fundação Educacional Lucas Machado). O moderno recurso pode ser utilizado por diferentes profissionais da saúde e da educação física. “A partir de uma fotografia, a inteligência artificial identifica pontos do corpo e calcula seu posicionamento, comparando-o com dados normais da população e classificando sua condição em um relatório que pode ser compartilhado com outros profissionais e com quem deseja. Esse recurso, permite entender como está a postura de um indivíduo, bem como acompanhar sua evolução postural com o tempo”, explica o fisioterapeuta e diretor de operações da PhysioCode, Professor George Sabino.

O aplicativo está disponível para uso de qualquer pessoa. Todavia, a análise de seus resultados e direcionamentos de conduta são indicados para serem realizadas junto a um profissional de saúde (médico, fisioterapeuta ou educador físico). “Profissionais que avaliam a condição humana, analisando itens como a postura ou o movimento e direcionam suas condutas para melhorar sua funcionalidade ou performance. Como no caso de um fisioterapeuta, que avalia como uma alteração no posicionamento da cabeça pode estar contribuindo para uma sobrecarga no pescoço – levando a uma dor de cabeça – e, a partir disso, propõe um tratamento para esse problema. Ou, em outro exemplo, um educador físico, que vai fazer um condicionamento físico de um indivíduo que se queixa que tem o ombro ‘muito projetado para frente’ (protuso) e quer fazer um acompanhamento objetivo de sua evolução estética com o treinamento em uma academia”, afirma.

Vantagens

Um dos pontos positivos é que o aplicativo é completo pois tem funcionalidades de medir postura, resistência física e a qualidade do movimento, além de ser fácil o manuseio. “Semelhante ao aplicativo teríamos a câmera do celular, a qual é capaz de registrar a postura. Todavia, ela não mapeia o corpo e classifica o indivíduo. Outras funcionalidades técnicas são importantes para alcançar essa análise clínica, como um inclinômetro, isto é, uma funcionalidade do celular integrada à câmera, que orienta o posicionamento do aparelho no momento da foto para que ele não fique “torto” e os dados, nesse caso, imprecisos”, relata o Professor George.

Além disso, ele auxilia no desenvolvimento da biomecânica corporal. “O aplicativo dispersa recursos de análise quantitativos e objetivos (até então dispendiosos e restritos a laboratórios) para as pessoas, o que permite que o conhecimento se dissemine. Essa dispersão, além de ajudar no ganho da funcionalidade individual, poderá, futuramente, contribuir para o entendimento melhor da condição humana, a partir do momento em que, com seu maior uso, mais dados dos indivíduos (Big Data) permitam fazer inter-relações entre as condições analisadas”, conta.

Aprovado!

Quem usa o aplicativo está satisfeito com os serviços que ele oferece. “O PhysioCode otimizou a minha prática clínica de forma exponencial, através dos recursos, eu posso compreender melhor o meu paciente, e logo fazer com que ele também compreenda de forma mais adequada sua condição de saúde, pilar importantíssimo de qualquer trabalho", frisa Italo de Paula, fisioterapeuta da Clínica Propulsão.

O moderno recurso também é usado por profissionais de educação física para otimizar o treinamento. "Um dos melhores aplicativos para análise de movimento e postura. Sou educador físico com foco em Avaliação Física e análise Biomecânica do movimento e só utilizo o PhysioCode. Muito bom mesmo", conta David Haluli, profissional de Educação Física.

O alto padrão tecnológico é outra novidade que atrai os usuários. "Conheço e uso o PhysioCode há algum tempo. Ele é um aplicativo fantástico de avaliação estática e dinâmica que utilizo em sala de aula e em nossas pesquisas aqui em Portugal. O plano profissional nos dá muitas possibilidades de avaliação e a capacidade de gerar relatórios imediatos é para mim seu maior diferencial", afirma Luciano Maia, Investigadora e Docente - Egas Moniz Cooperativa de Ensino Superior.

O aplicativo PhysioCode é resultado de uma iniciativa da Physicode e do Instituto de Inovação e Incorporação Tecnológica Ciências Médicas – MG, cuja mantenedora a Feluma (Fundação Educacional Lucas Machado). Ele pode ser baixado gratuitamente pelo link na Bio do Instagram (@physiocode_) e está disponível na loja da Google Play. O valor da mensalidade para ter acesso a diferentes funcionalidades, inclusive um inclinômetro - ferramenta essencial na análise biomecânica, é de R$17,99. Caso queira ter acesso a todas funcionalidades, o valor mensal é de R$35,99.

Serviço:

PhysioCode

Informações e download: https://linktr.ee/physiocode

Fonte: George Sabino, diretor de operações George Sabino , professor na Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais. @physiocode_.

(31) 98897-6303 9 8395-7027


Comentários