Belo Horizonte, 12/12/2019

Livro infantil do rapper Emicida revela cultura negra para as crianças em atividade no Espaço do Conhecimento UFMG

por Redação | publicado em terça, 12 de novembro de 2019



Clubinho de Leitura marca sábado de programação especial para o Festival de Arte Negra

Na música Amoras, o rapper Emicida canta o verso “Papai, que bom, porque eu sou pretinha também”, que se transformou no primeiro livro infantil do artista. A história foi inspirada na conversa que o artista teve com uma das filhas, de sete anos. Na obra, debaixo de uma amoreira, o pai comenta com a menina sobre a beleza das amoras: quanto mais pretas, mais doces. Assim, ela se reconhece e assimila a própria identidade.

A trama será o tema do Clubinho de Leitura de sábado, 16 de novembro, às 18h15. Voltada para o público infantil e com entrada gratuita, a atividade vai abordar a importância da cultura afro para nossa identidade como povo brasileiro. A ação faz parte da programação associada do museu para o Festival de Arte Negra (FAN), promovido pela Prefeitura de Belo Horizonte em virtude do Mês da Consciência Negra.

Histórias da África


Também destinada aos pequenos, no mesmo dia, uma contação de histórias vai animar o museu no começo da tarde. Às 14h, Histórias da África de A a Z apresenta às crianças personagens importantes das culturas Akan, Banto, Yorubá e Zulu. A atividade tem entrada gratuita e classificação livre.


Festival de Arte Negra (FAN)


A programação integra o Festival de Arte Negra (FAN), realizado pela prefeitura, desde 1995, e reconhecido como um dos maiores do gênero no Brasil. O evento movimenta a cidade e se dedica a fortalecer as matrizes tradicionais africanas e aquelas resultantes do contato com outras culturas.


Espaço do Conhecimento UFMG estimula a construção de um olhar crítico acerca da produção de saberes. Sua programação diversificada inclui exposições, cursos, oficinas e debates. Integrante do Circuito Liberdade, o museu é fruto da parceria entre a UFMG e o Governo de Minas. O Espaço está subordinado à Diretoria de Ação Cultural (DAC) da Universidade, é amparado pela Lei Federal de Incentivo à Cultura e conta com patrocínio da Unimed-BH, do Instituto Unimed-BH e da Petrobras.

  • Serviço:
    Onde: Espaço do Conhecimento UFMG – Praça da Liberdade, 700, Funcionários, BH

    Histórias da África de A a Z
    Quando: 16 de novembro, às 14h
    Classificação: livre
    Entrada: gratuita

    Clubinho de Leitura - Amoras
    Quando: 16 de novembro, às 18h15
    Classificação: livre
    Entrada: gratuita



Comentários