Belo Horizonte, 16/05/2022

Mostra Armorial 50 Anos retoma encontros musicais com novas atrações no CCBB BH

por redacao | publicado em terça, 22 de fevereiro de 2022



Foto: espetáculo Amanhecência, do Trio Lancinante com participação especial da cantora gaúcha Letícia Torança

Programação ocorre nos dias 23 e 25 de fevereiro

Já pode começar a contar os dias. Os Encontros Musicais dentro da Mostra Movimento Armorial 50 Anos serão retomados nos próximos dias 23 e 25 de fevereiro, no Teatro I do Centro Cultural Banco do Brasil de Belo Horizonte. Quem abre a programação no dia 23 de fevereiro, às 20h, é o premiado Quinteto da Paraíba. Depois, no dia 25 de fevereiro, o palco será do Trio Lancinante, que apresenta o espetáculo "Amanhecência", com participação especial da cantora gaúcha Letícia Torança. A entrada dos shows é gratuita e os ingressos podem ser retirados em bb.com.br/cultura.

O Quinteto da Paraíba é hoje um dos mais renomados grupos de música de câmara do Brasil. Trafegando com versatilidade entre a música de concerto e a música popular, o Quinteto da Paraíba tem seis CDs gravados entre eles (Armorial & Piazzolla, Música Armorial, Capiba & Gonzagão, A Pedra do Reino, Nau Capitânia de Itamaracá e Ao Vivo em New York). Surgiu com a proposta de divulgar a obra de compositores brasileiros, mas é no Nordeste do Brasil que encontra sua mais pura inspiração.

É integrado pelos músicos Ronedilk Dantas (1º violino); Anderson Carvalho (2º violino); Ulisses Silva (viola); Nilson Galvão (violoncelo) e Xisto Medeiros (contrabaixo).

Já o Trio Lancinante é formado por Francisco Andrade (viola e violão), Ravi Shankar Viana (corne inglês e oboé) e Teresa Cristina (violoncelo). Com Letícia Torança - que traz na bagagem uma série de espetáculos e festivais no país - o grupo apresenta o espetáculo “Amanhecência”. Trata-se do primeiro espetáculo do grupo que une a música instrumental, o canto da poesia e imagens de um Ser tão Brasil, com estreia em Belo Horizonte.

Os encontros musicais, iniciados em 12 de janeiro, têm curadoria do maestro Antônio Madureira, que desde o início, na década de 1970, participou, com Ariano Suassuna, no Recife, da criação do Movimento Armorial.

Já passaram pelo palco do CCBB grandes artistas, como Antônio Nóbrega, com Um Recital para Ariano, o Grupo Rosa Armorial, que veio do Paraná, além do duo Ana de Oliveira e Sérgio Raz, com o Concerto 50 Anos do Movimento Armorial.

Haverá exigência de apresentação do comprovante da segunda dose da vacina contra a Covid-19 ou do resultado negativo para a doença em teste do tipo RT-PCR, realizado até quarenta e oito horas antes do evento ou da atividade, ou Teste Rápido de Antígeno, realizado até vinte e quatro horas antes do evento ou da atividade, em cumprimento à Portaria 0086/2022 da Secretaria Municipal de Saúde de Belo Horizonte, publicada em 09/02/2022

Espetáculos de Música Armorial

Curadoria - Antônio Madureira

Madureira foi o marco para o que Ariano determinaria como estética da música armorial. Foi escolhido por ele para ser o líder do Quinteto Armorial. Um pesquisador nato das mais profundas raízes da música popular do Nordeste. “Porque, na minha opinião, a música de Antônio Madureira tem, para o Brasil, a mesma importância que a gravura de Gilvan Samico, o romance de Guimarães Rosa e a poesia de João Cabral de Melo Neto." Ariano Suassuna .

Teatro I - CCBB BH

23/02/2022

Quinteto da Paraíba – das 20h às 22h

25/02/2022

Trio Lancinante, com participação especial de Letícia Torança – das 20h às 22h, no espetáculo Amanhecência.

Presencial

Entrada gratuita – Ingressos em bb.com.br/cultura

Funcionamento do CCBB BH

Quarta a segunda, das 10h às 22h (fechado às terças-feiras)

Mais informações: (31) 3431-9400

Endereço e contato:

Praça da Liberdade, 450 - Belo Horizonte - MG/Brasil

Email: ccbbbh@bb.com.br

Bicicletário: Rua Sergipe com Avenida Brasil;

Balcão de informações: térreo - atendente bilíngue (português/inglês);

Terminais de Autoatendimento BB: térreo

Fraldário: Pátio

Livraria da Praça: térreo

Redes Sociais

Facebook: ccbb.bh

Twitter: ccbb_bh

Instagram: @ccbbbh

Site: bb.com.br/cultura

Circuito Liberdade

O Centro Cultural Banco do Brasil é integrante do Circuito Liberdade, complexo cultural sob gestão da Secretaria de Estado de Cultura e Turismo (Secult) e que reúne diversos espaços com as mais variadas formas de manifestação de arte e cultura em transversalidade com o turismo. Trabalhando em rede, as atividades dos equipamentos parceiros ao Circuito buscam desenvolvimento humano, cultural, turístico, social e econômico, com foco na economia criativa como mecanismo de geração de emprego e renda, além da democratização e ampliação do acesso da população às atividades propostas. Acesse o site do CCBB em: bb.com.br/cultura.

Protocolo de funcionamento do CCBB durante a pandemia de Covid-19

Para acesso ao prédio do CCBB Belo Horizonte é indispensável a emissão de ingresso online. Antes de agendar sua visita, leia com atenção as informações disponíveis em bb.com.br/cultura, que fazem parte do novo protocolo de funcionamento do CCBB Belo Horizonte, conforme Decreto Municipal 17.361 de 22 de maio de 2020.

- Horário de funcionamento: de quarta a segunda, das 10h às 22h.

- Bilheteria: não há bilheteria física, os ingressos devem ser emitidos pelo site bb.com.br/cultura com apresentação do QR Code na entrada do CCBB.

- Acesso ao prédio: será permitido apenas com agendamento pelo site bb.com.br/cultura. Lembramos que o número de pessoas que podem agendar visitação em cada horário é limitado e que não será possível reagendar novamente a visita.

- O ingresso é válido para o dia e horário agendados.

- Guarda-volumes: está suspenso. Use somente o indispensável para sua visita.

- Não é permitida a entrada nas salas de exposição portando mochilas ou malas.

- Bebedouros: os bebedouros foram adaptados e a utilização é somente para coleta de água com recipientes individuais.

- Máscara: uso obrigatório, cobrindo o nariz e a boca, durante a permanência no CCBB.

- Aferição de temperatura: a temperatura dos visitantes será aferida na entrada no CCBB. Pessoas com temperatura igual ou superior a 37,5o serão orientadas a buscar atendimento médico especializado.

- Visitação: a visitação tem fluxo unidirecional. Oriente-se pela sinalização e uma vez iniciada a visita não retorne ao ponto inicial.

- Oriente-se pela sinalização e mantenha a distância de 1 metros.

- Elevadores: pessoas com deficiência, mobilidade reduzida ou que precisem de acompanhamento possuem atendimento priorizado. Recomendamos o uso das escadas aos demais usuários.

- Banheiros: limitação da capacidade além da instalação de dispensadores de álcool gel.

- Entrada e saída acessível: pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida e outras pessoas que necessitem da rampa de acesso podem entrar e sair pela rua Claudio Manoel.


Comentários