Belo Horizonte, 28/09/2020

Mural Templuz receberá a obra “Yemonja” de Carol Barreto

por Redação | publicado em quinta, 27 de agosto de 2020



Obra ficará exposta até novembro de 2020

A partir do dia 01 de setembro, o Mural Templuz receberá a obra “Yemonja”, da artista e estilista Carol Barreto. Yemonja é uma contração das palavras em Yorubá “Yey omo eja" que significa: mãe cujos filhos são peixes. Ela representa a maternidade e seu domínio está sob o mar, e os marinheiros e pescadores estão sob sua proteção.

A peça, criada para representar o Brasil na exposição “Water Carry Me Go”, em Toronto, está disposta no corpo da modelo Aluad Anei, e faz referência às cores azul esverdeado e a iridescência do cristal branco e prata do Oceano Atlântico.

“A obra Yemonja é uma reflexão sobre parte da população negra africana que foi escravizada e capturada na África Ocidental e espalhada por todo o Caribe e pelas Américas. É um conjunto de histórias e culturas que tenho o prazer de mostrar mais uma vez em Belo Horizonte”, comenta Carol.

Carol Barreto ganhou visibilidade internacional nas passarelas de Dakar, Paris e Luanda, além das galerias de arte em Chicago, EUA, Toronto, Nova York, Cidade do México e Brasil.

Serviço:

“Yemonja”

  • Duração: até 01 de novembro de 2020
  • Horário: qualquer horário
  • Local: Templuz Iluminação (Avenida Nossa Senhora do Carmo, 1150, Sion BH/MG)

Sobre o Mural Templuz

Localizado em uma das avenidas mais movimentadas de Belo Horizonte (MG), por onde passam mais de 100 mil carros por dia, o Mural Templuz tem por objetivo democratizar o acesso à arte e colocar um pouco mais de cor na rotina corrida da capital mineira. Desde sua criação, em 2011, artistas brasileiros e de diversas outras nacionalidades tiveram seus trabalhos expostos. Alguns foram destaque em uma coletânea comemorativa. “Nosso objetivo é contribuir para o cenário cultural de Belo Horizonte, modificando a paisagem urbana com arte de qualidade”, explica o designer e consultor estratégico da Templuz, Camilo Belchior, idealizador do projeto.

O paredão de seis metros de altura onde as obras são instaladas pertence à loja Templuz, que fica na Avenida Nossa Senhora do Carmo, 1150. Para serem adequadas ao Mural, as obras originais são redimensionadas por meio de plotagem e instaladas por uma equipe de rapel.


Comentários