Belo Horizonte, 20/06/2019

Profissões do futuro: o que esperar?

por Redação | publicado em quarta, 13 de fevereiro de 2019



Especialista comenta principais tendências para o mercado de trabalho e dá dicas de como se preparar.

Com o avanço tecnológico, muitas profissões estão deixando de existir, mas, em contrapartida, milhares de novas oportunidades são criadas todos os dias. Para lidar com as mudanças mundiais são necessárias novas competências em todos os setores. Não é à toa que as chamadas “profissões do futuro” estão ganhando espaço e conquistando o mercado de trabalho.

De acordo com uma pesquisa liberada pelo SENAI, na próxima década começarão a existir pelo menos mais 30 profissões ligadas ao espaço tecnológico, além disso, profissões que já existem, hoje, irão crescer e se aprimorar ainda mais. Para o especialista em Marketing Digital, Leandro Camargo, professor universitário e empresário, as novas tecnologias são uma excelente notícia para o mercado de trabalho, pois elas surgem trazendo oportunidades para melhorar a vida das pessoas.

O professor universitário comenta que o mercado está totalmente em transformação, com profissões antigas desaparecendo e novas surgindo em um grande número. “O mercado estará ávido por esses novos profissionais. E, em um curto espaço de tempo, a relação de trabalho vai ter mais uma característica empreendedora do que a relação formal de trabalho que nós conhecemos”, disse Leandro.

Como se dar bem nesse mercado?

O especialista declara que a primeira dica é não encarar a tecnologia como seu inimigo, mas sim aliado. “É inevitável que todas as profissões, em menor ou maior grau, serão afetadas”. Outra dica do professor é estudar mais e procurar fazer cursos mais práticos do que teóricos. “As pós-graduações específicas e os cursos tecnólogos são uma excelente opção, além dos vários cursos online”, garantiu Camargo.

Haverá espaço para todos?

Um medo que aflige muitas pessoas nesse momento é se no futuro terá oportunidades para todos. O empresário afirma que desde que a pessoa procure se adaptar às novas profissões e tecnologias, o espaço estará garantido. “A primeira mudança tem que ser comportamental, se veja como a empresa. Os profissionais do futuro devem ser atentos, dinâmicos, proativos e principalmente autodidatas”, ressaltou.

Mas, para o especialista, ainda há muito o que conscientizar sobre a importância de preparar bem os profissionais de tal área. “Infelizmente, o nosso modelo de ensino é incapaz de absorver tais mudanças na velocidade e qualidade que ele exige. As empresas estão dando a cada dia mais importância a esses profissionais e sabem da importância do marketing digital. O que falta realmente são profissionais capacitados”.

Marketing Digital

Quando o assunto é marketing digital, especificamente, ele comenta que está é uma das principais áreas do futuro. “A inteligência artificial e o aumento exponencial da quantidade de dados tem revolucionado o mercado. Mas, para quem pretende se destacar o principal é correr atrás de qualificação. Participar de eventos presenciais e online, cursos, workshops, entre outros, é um bom começo”, afirmou Leandro.

Fonte: Leandro Camargo, administrador e especialista em marketing digital. Diretor da agência B8, em Belo Horizonte, professor e coordenador universitário.


Comentários

Mais lidas

Card image cap
Por que fazemos o que fazemos?

Ler matéria
Card image cap
Projeto Cidade do gás

Ler matéria
Card image cap
1ª corrida contra o câncer beneficia ONG que doa perucas para pacientes oncológicos

Ler matéria
Card image cap
Uma goleada do Vila da Copa

Ler matéria
Card image cap
Rede internacional de sorvetes Cold Stone Creamery inaugura loja em BH

Ler matéria