Belo Horizonte, 05/12/2021

“Saia Justa de Finanças” promete discutir temas sobre liderança feminina e câncer de mama, neste sábado (23), na Casacor

por redacao | publicado em sexta, 22 de outubro de 2021



Foto: Simône Fernandes, Consultora de Marketing na SV Boutique de Marketing; Emilia Belo - Aspen XP; Alessandra Oliveira - Luoda Arquitetura/ Divulgação

Evento ocorre no próximo sábado, dia 23 de outubro na CasaCor Minas e conta com participações de mulheres referência e empreendedoras



A 26ª edição da Casacor está repleta de novidades, entre elas, o encontro Saia Justa de Finanças, que tem como objetivo discutir assuntos relacionados à liderança feminina no mundo das finanças. “Sabemos que ainda poucos cargos de chefia são ocupados por mulheres, seja pelo machismo ou até mesmo pela insegurança. Por isso, pretendemos tirar dúvidas sobre o assunto e mostrar que nós mulheres temos capacidade de gerir negócios e finanças”, explica Emília Belo,Sócia diretora da Aspen Investimentos.


O bate-papo ocorre no espaço da arquiteta Alessandra Oliveira que foi desenvolvido em homenagem à empresária Luiza Barcelos. Dentre os principais temas a serem abordados estão: transição de carreira, mulheres no mercado financeiro e os desafios de ter o próprio negócio. “Teremos a participação da médica e empresária Isabela Baeta e a empreendedora Leila Rodrigues, que está passando por uma transição em sua carreira para abordar tais assuntos”, conta.


Outubro Rosa


Aproveitando o mês de outubro, dedicado ao combate do câncer de mama, o evento também vai abordar a importância da prevenção e como a mulher pode recompor a vida após o diagnóstico. “Para o assunto, convidamos a Juliana Armond, que foi diagnosticada com a doença quando estava prestes a começar o próprio empreendimento. Além de sua experiência, ela dará dicas de como se adaptar e continuar os projetos durante e após o tratamento”, revela Emília.
Saia justa de finanças acontece neste sábado, 23, a partir das 10 horas

Endereço: Rua Professor Djalma Guimarães, 157 – Mangabeiras.


Comentários