17 de junho de 2024

Search
Close this search box.

BH SOUL BLUES FESTIVAL: Evento promove democratização da música em BH

POR:

POR:

Redação

Foto: Marcela Polido

Evento terá apresentações em várias regionais de BH culminando com uma festa de encerramento na Lagoinha

Nos dias 21, 22, 25, 27 e 28 de outubro e 01, 02, 04 e 09 de novembro Belo Horizonte se transforma na “Capital Surpreendente do Blues”: vem aí a XV edição do icônico BH Soul Blues Festival com atrações de destaque local, nacional e internacional que irão se apresentar em oito das nove regionais administrativas da cidade, criando o Circuito Belo-Horizontino do Blues. No dia 11 de novembro, a festa de encerramento será no Galpão 54 na Lagoinha. 

“Essa edição terá um caráter especial pois os eventos serão realizados no formato de roda de blues, referenciando, assim, a cultura e a vocação boêmia e gastronômica que nossa cidade tem”, explica o idealizador e curador do Festival, Auder Jr. 

Artistas de renome como Claudio Venturini do 14 Bis e Otávio Rocha do Blues Etílicos – considerada a banda mais famosa de blues do Brasil – estão entre as atrações neste ano. “O objetivo do Festival é fomentar um trabalho já existente na busca da campanha para tornar BH a capital do Blues, além de realizar um festival acessível e democrático”, conta Auder. 

Além disso, “enaltecer os potenciais destinos gastronômicos, mostrando não só nossa capacidade musical, mas nossa capacidade de receber um festival de grande porte, fomentando o desenvolvimento econômico através do turismo, gerando renda de forma sustentável e decentralizada”, complementa Fred Barros, diretor da Play Cultural, produtora do evento. 

PROGRAMAÇÃO

O Festival dividiu sua programação por regionais:  

A abertura será no dia 21 de outubro, sábado, em dois estabelecimentos: às 13h, na Livraria de Rua (Rua Antônio de Albuquerque, 913, Savassi), na Regional Centro Sul, tem show de Celso Moreira. Depois, às 16h, no Clã Espaço Cultura (R. Bernardo Cisneiros, 12 – Aparecida), na Regional Noroeste, tem Auder Jr e Blues Friends. No dia 22 de outubro, domingo, às 14h, no Quintal da Play (Rua Perdões, 269 – Carlos Prates), na Regional Noroeste, é a vez de Fernanda Rocha e convidados.

Depois, no dia 25 de outubro, quarta-feira, às 19h, o XBK Xtreme Barbecue King (Rua Vitório Marçola, 184 – Anchieta), na Regional Centro-Sul, promove o show de Osmar e o Blues + convidados. No dia 27 de outubro, sexta, às 20h, a Rota do Chopp (Praça do Cristo 20 Milionários), na Regional Barreiro, recebe o artista do Rio Grande do Sul, Lorenzo Tassinari que convida Blues Friends.

Encerrando o circuito no mês de outubro no dia 28, às 19h, o Gumbo Soul Food na Avenida Amazonas 1049 loja 75, Galeria São Vicente, na Regional Centro-Sul, terá apresentação do projeto Suíte 145.

Já no mês de novembro, no dia 1º, quarta, às 19h, o Soul Jazz Burger (Rua Noraldino de Lima, 387 – Aeroporto/Pampulha), na Regional Pampulha, apresenta Ivan Resende Trio. No dia 02/11, quinta, às 20h, Affonsinho Heliodoro se apresenta no 3º piso do Mercado Novo, Palco Coral (Rua Rio Grande do Sul, 499, Centro), na Regional Centro Sul

No dia 04/11, sábado, às 16h, tem Audergang convida Cláudio Venturini (14Bis) no Soul Jazz Burguer (Rua Conselheiro Rocha, 2809 – Santa Tereza), na Regional Leste. Depois, às 20h, tem Eduardo Sanna, Little Butter e convidados no Jeremias Arte & Bar (Rua Codajás, 686 – São Gabriel), na Regional Nordeste. 

Encerrando a Roda de Blues, no dia 09/11, quinta, às 20h, a Chopperhead Garage Rock Bar (Rua Cássia, 26 – Prado), na Regional Oeste, recebe Alexandre da Matta e The Black Dogs. 

Todos os shows tem entrada gratuita e contribuição com couvert artístico opcional. 

FESTA DE ENCERRAMENTO

No dia 11 de novembro, sábado, a partir das 15h, o Galpão 54, na Lagoinha, será palco de uma grande celebração do BH Soul Blues Festival. Os shows serão da banda Minas Soul Blues Company, Ivan Resende Trio com Nico Fami (Argentina), Otavio Rocha (Blues Etílicos) e Neto Rockfeller (SP). Além disso, todos os músicos que participaram nos dias anteriores do festival estarão presentes, formando a BIG Roda de Blues. 

A festa ainda conta com apresentação do DJ Cateb e exposição de telas de blues do artista Urcini Neto e a Exposição Olhar Sobre o Blues de Marcos Kaoy. Os ingressos custam R$50,00 (inteira) e R$25,00 (meia entrada) no 1º lote e estão à venda pela Plataforma Gofree e nos bares presentes no Circuito dessa XV edição – ingressos físicos e sem taxas. Há também a opção de ingresso social com desconto para quem levar 1kg de alimento não perecível que será doado para o banco de alimentos dos Projeto do Sesc Minas – Mesa Brasil.

SUSTENTABILIDADE

O Festival vai realizar um inventário de emissões de CO² durante todas as ações dessa edição, em parceria com o Projeto Compensar, e o resultado das emissões será compensado com plantio de mudas florestais urbanas distribuídas nas localidades em que o evento passará, com a parceria do Projeto Bora Plantar e seguindo todas as orientações e diretrizes da Secretaria Municipal de Meio Ambiente.

Além disso, O BH Soul Blues Festival vai ter seu próprio EcoCopo, distribuído em cada um dos eventos para que o público use. Em cada show, será distribuído também um selo autocolante que deverá ser colado em cima da regional correspondente no mapa que estará no copo – a cada preenchimento o participante ganhará um brinde feito com impressora 3D cuja a matéria prima será o rejeito de filamentos do Projeto Reciclagem 4.0. 

Os brindes serão chaveiros e porta copos que irão referenciar pontos turísticos de Belo Horizonte como a Igrejinha da Pampulha, Serra do Curral, Pirulito da Praça Sete, entre outros. O participante que completar todos os selos, ganhará o ingresso da festa final de encerramento, no Galpão 54. “A ideia é aguçar no público o senso de responsabilidade e reutilização. Além disso, é uma forma de divulgar nossos pontos turísticos”, conta Fred Barros. 

Para os fumantes, 40 bituqueiras especiais serão doadas para cada estabelecimento participante, produzidas com materiais reutilizável com placas de sinalização. “Outra ação do Festival vai ser treinar os estabelecimentos participantes sobre gestão para separação, disposição e destinação de resíduos orgânicos”, complementa.

GASTRONOMIA

Para enaltecer o título de Cidade Criativa da Gastronomia cada estabelecimento participante escolherá um prato típico com o tema “Mineiridade” para servir nos dias do Festival. 

Uma votação será realizada para eleger o melhor prato levando em conta votos pelas redes sociais, votos do público presente nos shows e votos de um júri composto pelo Chefe Paulo Vasconcellos do Bravo Cattering e pelo @oncevaibh, perfil formado por Bernardo Cançado e Renata Urbano. 

O estabelecimento vencedor participa da festa de encerramento com o prato eleito e ganha uma placa de campeão do Circuito Surpreendente do Blues.

HISTÓRICO

O mais tradicional festival de Blues de Belo Horizonte, o BH Soul Blues Festival, surgiu em setembro de 2012 com o objetivo de ser uma janela para o Soul e para o Blues em Minas Gerais. Idealizado pelo músico Auder Jr, o festival começou numa época em que o blues praticamente inexistia na capital, se tornando, assim, um divisor de águas, transformando e profissionalizando a cena musical local com intercâmbio de músicos de fora do estado e também do país, contribuindo não só para o enriquecimento cultural do público, mas trazendo o olhar para Belo Horizonte e seus atributos turísticos e gastronômicos.

Em pouco tempo, artistas de fora passaram a se interessaram em tocar na cidade, e sobretudo os músicos locais tiveram acesso direto a grandes nomes do blues e puderam aperfeiçoar seus estilos, sua forma de tocar e cantar, graças a essa proximidade criada pelo festival em suas 14 edições. Pelos palcos do BH Soul Blues festival já passaram grandes artistas de Minas, do Brasil e do Mundo como o gaitista e cantor Espanhol Quique Goméz (2013); o guitarrista Norte Americano Lurrie Bell de Chicago (2014); o cantor e guitarrista dinamarquês “Big Creek Slim”, destaque no estilo Delta Blues (2015); o guitarrista e cantor Breezy Rodio de Chicago (USA), que acompanhou o grande mestre do Blues “Buddy Guy” (2015); o cantor e gaitista Omar Colleman de Chicago (2017); o italiano Luca Giorgio (2022), além dos destaques do Blues Brasileiro como Audergang (MG), Affonsinho Heliodoro (MG), Claudio Venturinni (14 Bis) Cristiano Crochemore (RS), Otávio Rocha e Flavio Guimarães do “Blues Etílicos” (RJ), Lorenzo Tassinari (RS), Black Machine (MG), Mustache Maia (SC), Sergio Duarte (SP), Leandro Ferrari (MG), Neto Rockfeller (SP), entre outros.

O BH Soul Blues Festival tem o patrocínio da Belotur e da Prefeitura de Belo Horizonte.

SERVIÇO
XV BH Soul Blues Festival

Datas: 21, 22, 25, 27 e 28 de outubro e
01, 02, 04, 09 e 11 de novembro

Programação (couvert artístico opcional)

– 21/10
13h: Celso Moreira
Livraria de Rua (Rua Antônio de Albuquerque, 913, Savassi)
16h: Auder Jr e Blues Friends
Clã Espaço Cultura (Rua Bernardo Cisneiros, 12 – Aparecida)
– 22/10
14h: Fernanda Rocha convida Blues Friends

Quintal da Play (Rua Perdões, 269 – Carlos Prates)

– 25/10
19h: Osmar e o Blues + convidados. 

XBK Xtreme Barbecue King (Rua Vitório Marçola, 184 – Anchieta) 

– 27/10
20h: Lorenzo Tassinari que convida Blues Friends
Rota do Chopp (Praça do Cristo 20 Milionários)

– 28/10
19h: Suite 145

Gumbo Soul Food (Galeria São Vicente)

– 1º/11
19h: Ivan Resende Trio
Soul Jazz Burger (Rua Noraldino de Lima, 387 – Aeroporto/Pampulha) 

– 02/11
20h: Affonsinho Heliodoro
3º piso do Mercado Novo, Palco Coral (Rua Rio Grande do Sul, 499, Centro)
– 04/11
16h: Audergang convida Claudio Venturini (14Bis)
Soul Jazz Burguer (Rua Conselheiro Rocha, 2809 – Santa Tereza)
20h: Eduardo Sanna e convidados
Jeremias Arte & Bar (Rua Codajás, 686 – São Gabriel) 

– 09/11
20h: Alexandre da Matta e The Black Dogs
Chopperhead Garage Rock Bar (Rua Cássia, 26 – Prado) 


Festa de Encerramento: 11/11
Horário: a partir das 15h
Local: Galpão 54 (Rua Francisco Soucasseaux, 54 – Lagoinha)

Atrações: Minas Soul Blues Company; Ivan Resende Trio com Nico Fami (Argentina); Otavio Rocha (Blues Etílicos) e Neto Rockfeller (SP); DJ Cateb; Exposição de telas de blues artista Urcini Neto; Exposição Olhar Sobre o Blues de Marcos Kaoy.

Ingressos: R$ 50 (inteira) e R$ 25 (meia entrada) no 1º lote
Vendas: Plataforma Gofree
Patrocínio: Prefeitura de Belo Horizonte por meio da Belotur
Realização: Play Cultural e Cristie Produções

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp