17 de junho de 2024

Search
Close this search box.

“BORA?! ROTA DE ARTE E CULTURA EM NOVA LIMA” integra programação do Festival de Arte Negra de Nova Lima

Entre 18 e 21 de novembro, o projeto Bora?! - Rota de Arte e Cultura em Nova Lima integra as atividades do Festival de Arte Negra de Nova Lima
POR:

POR:

Redação

Foto: espetáculo “Abena”/ Pablo Bernardo

Atividades exaltam a cultura negra e ocorrem em escolas municipais e praças de Nova Lima e Macacos

Entre 18 e 21 de novembro, o projeto Bora?! – Rota de Arte e Cultura em Nova Lima integra as atividades do Festival de Arte Negra de Nova Lima – FAN. Este é o primeiro Festival no município completamente dedicado a celebrar a arte feita por pessoas negras e as raízes africanas. As atividades promovidas pelo “Bora?!” seguem o objetivo do FAN de exaltar as diversas vertentes da cultura negra.

A primeira atração da programação é o espetáculo Abena, vencedor do Prêmio Lêda Maria Martins/Muriquinho – voltado às artes cênicas negras, na categoria infanto-juvenil. A peça une teatro e música, trazendo de forma poética uma releitura do mito originário da África Ocidental, “O casamento da Princesa Abena”. A atração diverte e encanta todas as idades, apresentando valores da cultura africana.

A criação é da Companhia Bando, composta por contadores de histórias que investigam o universo dos contos e mitos para transformá-los em espetáculos teatrais. Criada em 2017, propõe-se a levar espetáculos não só para os teatros, mas também para escolas e para as ruas, sendo assim para todos os públicos. “Abena” é a primeira peça do grupo, formado por Anderson Ferreira, Andréa Rodrigues, Fabiana Brasil e Rainy Campos.

O projeto ainda oferece atividades em escolas municipais de Nova Lima. Conduzida pela atriz Fabiana Brasil, doutoranda em literaturas de língua portuguesa na PUC Minas, a Contação de História para Crianças acontecerá em dois dias, em três escolas de diferentes bairros da cidade. A ação se propõe a apresentar aos pequenos conhecimentos que vão além daqueles adquiridos em sala de aula. Fabiana Brasil irá percorrer histórias de heroínas como Dandara, Antonieta de Barros e Maria Firmina dos Reis, narrativas que fazem parte da história do Brasil e que são  muitas vezes negligenciadas

Todas as personagens foram mulheres negras que, em diferentes épocas, marcaram o país com ideias revolucionárias. Antonieta de Barros é uma das três primeiras mulheres eleitas no Brasil, a única negra. Expoente da luta pelo direito das mulheres ao voto, foi eleita deputada estadual de Santa Catarina, em 1935. Já Dandara, esposa de Zumbi dos Palmares, liderou a luta pela libertação dos escravos no Brasil. Maria Firmina dos Reis foi uma romancista e escritora maranhense. Publicou “Úrsula”, considerado o primeiro romance abolicionista do Brasil.

Fabiana Brasil é graduada em letras pela UFMG e formada no curso técnico de ator no Teatro Universitário da UFMG. Integra a Cia. Bando, de Belo Horizonte, dedicada ao teatro para as infâncias. Sua trajetória, de pesquisas e práticas, segue o percurso da escrita de mulheres negras. Para a escrita da tese, os estudos se pautam na escrita de Carolina Maria de Jesus e Maria Tereza.

Os eventos contam com medidas de acessibilidade, como intérprete de Libras e a divulgação escrita, textos alternativos #pratodosverem, além de material gráfico com contraste cromático, para facilitar o acesso de pessoas com baixa visão. O projeto é realizado pela Afinal, Cultura por meio de recursos do Chamamento Público 003/2023 do Município de Nova Lima, MG.

SOBRE O BORA?! – ROTA DE ARTE E CULTURA EM NOVA LIMA

Iniciado em outubro, o projeto “Bora?! – Rota de arte e cultura em Nova Lima” chega à cidade com um convite ao encontro e um estímulo a vivenciar coletivamente as experiências culturais e artísticas que ela oferece. Cada atividade tem um propósito específico, mas todas têm em comum a valorização da cultura, da arte e a interação social.

As atividades são em torno de dois eixos principais: formação e fruição, nas áreas de dança, música, teatro e economia criativa, por meio de oficinas, rodas de conversa, contação de histórias e apresentações artísticas. Elas acontecerão em diferentes escolas públicas da rede municipal e estadual, Centros de Atividades Culturais, Centro de Convivência da Pessoa Idosa, Teatro Municipal, praças e ruas da cidade, permitindo que a população de áreas distintas tenha acesso a atividades culturais próximas às suas casas.

O projeto vai até dezembro e busca oferecer atividades lúdicas e coletivas que estimulem o potencial criativo e a socialização de idosos, adultos, adolescentes e crianças. A intenção é valorizar as experiências em grupo, mas fortalecendo os indivíduos e suas identidades. Os moradores podem ter contato com variadas formas de expressão artística, que não apenas enriquecem a vida cultural das comunidades, mas também estimulam o interesse e a apreciação por outras culturas.

SERVIÇO

Espetáculo Abena (com Cia Bando)

18/11, às 15h

Praça do Rosário – Nova Lima (MG)

19/11, às 15h

Praça do Capela Velha – Macacos – Nova Lima (MG)

Contações de Histórias (com Fabiana Brasil)

 20/11, das 12h às 14h

Escola Municipal Vera Wanderley Dias, no bairro Mingu

20/11, das 15h às 17h

Escola Municipal Estevão dos Santos, no bairro Bela Fama

21/11, das 15 às 17h

Escola Municipal Harold Jones, no bairro Vila Aparecida

Mais informações: instagram.com/afinalcultura/

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp