27 de maio de 2024

Search
Close this search box.

CAMPEONATO MUNDIAL DE WAKEBOARD: Competição tem recorde de atletas inscritos em Nova Lima

POR:

POR:

Redação

Foto: Vanessa Lopes, Caio Castro e outras celebridades marcaram presença no evento/Divulgação



Campeonato reuniu a elite do esporte na Lagoa dos Ingleses e deu um show de inclusão e diversidade no pódio

As disputas do Campeonato Mundial de Wakeboard atraíram mais de cinco mil pessoas aos gramados do Clube Serra da Moeda, em Nova Lima, neste último fim de semana. Inspirados pelo clima “Viva a vibe solar”, o evento contou com o recorde de atletas inscritos, com mais de 100 competidores, na busca pelo título da primeira etapa do circuito brasileiro de 2024.

O americano Tyler Higham, o japonês Shota Tezuka e o australiano Nic Rappa subiram no pódio no terceiro, segundo e primeiro lugar, respectivamente, na principal competição do dia, o PRO Event. Um campeonato que reuniu alguns dos maiores nomes do wakeboard mundial e que lotou a orla da Lagoa dos Ingleses.

Na categoria profissional, o atleta indígena Jair Paulino, o manauara Jájá, foi o campeão, seguido pelo mineiro Henrique Daibert e pelo paulista Pedro Lucas Pedroso. “Abri minha passada com uma das manobras mais difíceis que faço. Fui campeão brasileiro no ano passado e estou muito feliz de iniciar oficialmente o circuito com esse título, trazendo mais confiança e muita vontade de treinar”, conta Jair.

Na categoria Open masculina, a estrela e bi-campeã japonesa Hinata Yoshirara brilhou entre os homens e conquistou o título da disputa, alcançando o primeiro lugar na prova. Na sequência, o atleta local Frederico Eustáquio, ficou em segundo e Matheus Tonussi em terceiro.

Para o realizador do campeonato Bruno Dib, founder da Dibbra, a edição trouxe muitas novidades e um clima perfeito. “Esse foi indiscutivelmente um capítulo à parte em todos esses anos de evento no clube, com uma temperatura atípica, em um campeonato ensolarado, com muito público ao longo do dia e uma importante renovação dos atletas. Uma nova geração chegou fundamentando o futuro do wakeboard, movimento que não víamos há anos”, conta.

Alguns dos principais destaques da competição foram a estreia do ator Caio Castro e do paratleta Marcos Jose Zufelato, que impressionou ao público com manobras de alta complexidade em seu equipamento adaptado.

“Esse é um evento com uma estrutura incrível e é o maior do país. Ando de wakeboard há algum tempo e me senti motivado a participar esse ano, pela primeira vez na modalidade e, em 2025, estarei aqui novamente. Juntando tudo, a competição em si, foi só a cereja do bolo. O clima é bom, as pessoas se divertem muito, temos festa e tem tudo a ver com meu estilo de vida, também como competidor no automobilismo” conta Caio Castro, que disputou na categoria estreante.

Maria Nep Giardi, filha dos campeões mundiais Mariana Nep e Marcelo Giardi, de apenas 8 anos, subiu mais alto no pódio da categoria mirim feminino, provando que o talento vem de família.

Para Daniel Garcia, vice-presidente da Associação Brasileira de Wakeboard (ABW) e colaborador da Federação Internacional, o evento surpreendeu a todos: “Já frequento o campeonato há vinte anos e esse foi o maior recorde de inscritos. Foram 100 pessoas e poderia ter tido mais atletas, se tivéssemos mais tempo para as provas. Para atender essa crescente demanda decidimos que no próximo ano serão três dias para comportar muito mais atletas, então em 2025 teremos uma provável superação desse número”, conta.

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp