14 de junho de 2024

Search
Close this search box.

CRIME DO BRIGADEIRÃO: Polícia aponta “cigana” como mandante do envenenamento

CRIME DO BRIGADEIRÃO: Polícia aponta “cigana” como mandante do envenenamento
POR:

POR:

Redação

Foto: Suyany Breschak/Reprodução/TV Globo

O delegado Marcos Buss, da 25ª DP (Engenho Novo), declarou nesta quarta (5) que Suyany Breschak é considerada a mandante do “crime do brigadeirão”. A jovem, que se identifica como cigana, está presa desde o dia 29. Júlia Cathermol, acusada de ter envenenado o namorado Luiz Marcelo Antônio Ormond com um brigadeiro, se entregou na última terça-feira (4). O delegado afirmou que há evidências substanciais indicando que a “cigana” foi a mentora e planejadora do crime. “Podemos falar com bastante segurança que há elementos nos autos, muitos elementos indicativos, de que a Suyany seria a mandante e arquiteta desse plano criminoso”.

Buss destacou que os elementos reunidos até o momento apontam que Júlia realizava pagamentos mensais à Suyany. Segundo ele, a relação entre Suyany e Júlia existia há bastante tempo e a “cigana” exercia uma grande influência sobre Júlia, que “se sentia ameaçada e entendia que poderia acontecer alguma coisa contra ela… Júlia acreditava que Suyany tinha o poder sobre a vida, sobre a morte, sobre a saúde das pessoas”. O delegado também informou que Suyany instruiu Júlia a triturar o Dimorf, um medicamento à base de morfina, e adicionar no brigadeirão.

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp