27 de maio de 2024

Search
Close this search box.

Entregador é baleado por PM que se recusou a buscar pedido na portaria de prédio no RJ

POR:

POR:

Redação

Um entregador de aplicativo, identificado como Nilton Ramon de Oliveira, de 24 anos, foi baleado na coxa por um cliente que se recusou a buscar o pedido na portaria do prédio, na noite da última segunda-feira (4), no Rio de Janeiro. O cliente, que é policial, foi identificado como Roy Martins Cavalcanti. A vítima foi encaminhada para um hospital, no qual passou por cirurgia e permanece internado em estado grave no CTI.

De acordo com informações do G1, o policial se apresentou à Corregedoria da PM, que abriu procedimento para apurar o caso. Roy alegou que atirou em legítima defesa após Nilton tentar pegar sua arma. Ele foi ouvido pela Polícia Civil e foi liberado, em seguida, com sua arma. O caso ocorreu durante a entrega de um pedido feito pelo policial, que pediu para o lanche ser entregue na porta da casa. Nilton explicou que não subiria, pois não era obrigado e temia pela segurança de sua bicicleta.

Após uma discussão por mensagens no aplicativo, Nilton acionou o protocolo de devolução na plataforma. Roy decidiu seguir o entregador, retomando a discussão. Em determinado momento, o entregador gravou a perseguição. O caso foi registrado na 2ª Delegacia de Polícia Judiciária Militar como “lesão corporal por perfuração de arma de fogo, em legítima defesa”.

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp