12 de julho de 2024

Search
Close this search box.

JARDIM SONORO: Primeiro festival de música do Inhotim ocorre de 12 a 14 de julho

POR:

POR:

Redação

Foto: Paulinho da Viola, uma das atrações do evento/Leo Aversa

Kalaf Epalanga, Aguidavi do Jejê, Zoh Amba, Ballaké Sissoko & Vincent Segal e Kham Meslien também se apresentam no maior museu a céu aberto da América Latina no mês de julho; o festival é gratuito para o público visitante

O Instituto Inhotim anuncia o lançamento do Jardim Sonoro, primeiro festival de música assinado pela instituição, um evento que celebra dimensões essenciais para sua a identidade: a fusão entre arte, natureza e música. O festival apresenta três dias de programação, de 12 a 14 de julho de 2024 (sexta-feira, sábado e domingo), e os ingressos são referentes ao valor da entrada no Inhotim – R$ 50 a inteira e R$ 25 a meia entrada. Jardim Sonoro conta com performances de músicos brasileiros e internacionais, com shows de Paulinho da Viola (Brasil), Sambas do Absurdo, com Juçara Marçal, Gui Amabis, Rodrigo Campos e Regis Damasceno (Brasil), Ballaké Sissoko & Vincent Segal (Mali/França), Joshua Abrams & Natural Information Society (Estados Unidos), Kham Meslien (França), Zoh Amba (Estados Unidos), Kalaf Epalanga (Angola) e Aguidavi do Jêje (Brasil).

“Estamos felizes de apresentar a primeira edição do Jardim Sonoro, um festival concebido e curado pelo Inhotim, que brota da relação imersiva e experimental do contato da arte com a natureza, algo que está no DNA da instituição e que agora ganha essa poderosa dimensão da experiência musical. Diferentemente de qualquer outro festival, propomos uma vivência que lança mão dos acervos botânico e artístico e proporciona momentos singulares”, explica Júlia Rebouças, diretora artística do Inhotim. “A seleção de artistas está alinhada a escolhas que pautam o programa musical da Orquestra Inhotim e de sua Escola de Música, mas que também repercutem as ações de arte contemporânea do museu. Com vários nomes inéditos no Brasil, reunimos no Inhotim sons da diáspora, fundamentos da música popular e contemporânea, sons de uma resistência artística que alarga nosso entendimento sobre o presente”, complementa.

O público também tem a oportunidade de participar de mediações exclusivas envolvendo obras sonoras icônicas do Inhotim, como Forty Part Motet (2001), de Janet Cardiff, e Sonic Pavillion (2009), de Doug Aitken, além de um bate-papo com o músico e escritor angolano Kalaf Epalanga, autor dos livros Também os brancos sabem dançar (Todavia, 2018) e Minha pátria é a lingua pretuguesa: Crônicas (Todavia 2023), entre outras atrações exclusivas. Os shows serão realizados em palcos criados especialmente para o festival, em alguns dos principais cenários do Inhotim. A música vai ocupar os espaços abertos próximos à Galeria True Rouge, de Tunga; da árvore centenária Tamboril, e da obra externa Invenção da Cor, Penetrável Magic Square #5, De Luxe (1977), de Hélio Oititica.

De acordo com Leandro Oliveira, curador de Música do Inhotim, o Jardim Sonoro é um festival de música que honra a ideia original do termo: “Um período de festa dos sons, um fim de semana para celebração em um museu que não se cansa de se reinventar. Por três dias, o Inhotim, maior museu a céu aberto da América Latina, será o lugar onde intérpretes e compositores presentearão o público do parque com seus sons formidáveis, uma oportunidade única onde música, arte e natureza se dão as mãos e ouvidos de forma singular”, reflete.

Para garantir o ingresso, é recomendada a compra antecipada pela plataforma Sympla. É possível adquirir os ingressos do tipo “passaporte”, formato indicado para quem quer visitar o Inhotim por 2 ou 3 dias consecutivos, assegurando as entradas por um valor menor. Moradores e moradoras de Brumadinho cadastrados no programa Nosso Inhotim; Amigos do Inhotim e crianças de até 5 anos não pagam entrada. 

Sobre Jardim Sonoro – Festival de Música Inhotim

Três palcos espalhados pelo parque, oito shows com artistas de quatro continentes. Eventos inéditos no Brasil ao lado de espetáculos que celebram a música popular brasileira. O Inhotim, espaço de convivência, espaço sem fronteiras, desafia a si mesmo ao reunir e oferecer a seu público prodígios da cena instrumental internacional, poetas do samba brasileiro, minimalistas de Chicago, vanguardistas da Bahia, instrumentos ancestrais da Africa e da Europa unidos, virtuoses, experimentalistas, cronistas, Djs. Todos justificados pelo devaneio da mais engajada qualidade, uma variada e inspiradora experiência do melhor que a cena musical contemporânea pode oferecer.

Jardim Sonoro tem a Vale como Mantenedora Master, o Patrocínio Prata da Vivo, o Patrocínio Bronze do Banco Sofisa, a Localiza como Locadora Oficial, a Azul como Companha Aérea Oficial e a Embaixada e Consulados dos Estados Unidos no Brasil e a Mikko como Parceiras Institucionais. O festival é realizado por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura de Minas Gerais e da Lei Federal de Incentivo à Cultura. 

Conheça a programação do Jardim Sonoro – Festival de Música Inhotim:

JARDIM SONORO – FESTIVAL DE MÚSICA INHOTIM
de 12 a 14 de julho de 2024

12 de julho, sexta-feira
Às 9h30, 10h30, 11h30 e 12h30, na Galeria Praça

Visitas mediadas à Forty Part Motet, de Janet Cardiff

Às 9h30, 10h30, 11h30 e 12h30, Sonic Pavillion

Visitas mediadas ao Sonic Pavillion, de Doug Atkin

Às 13h, no espaço Igrejinha – Bate-papo com Kalaf Epalanga

Às 15h, no palco True Rouge – Zoh Amba (sax solo)

13 de julho, sábado
Às 11h, no palco True Rouge – Ballaké Sissoko & Vincent Segal (violoncelo)

Às 13h, no palco Tamboril – Joshua Abrams & Natural Information Society

Às 15h, no palco Magic Square – Paulinho da Viola

Às 16h30, no palco Magic Square – Kalaf Epalanga

14 de julho, domingo

Às 11h, no palco True Rouge – Kham Meslien (contrabaixo solo)

Às 13h, no palco Tamboril – Sambas do Absurdo, com Juçara Marçal, Gui Amabis, Rodrigo Campos e Regis Damasceno 

Às 15h, no palco Magic Square – Aguidavi do Jêje

INFORMAÇÕES GERAIS 
INSTITUTO INHOTIM

HORÁRIOS DE VISITAÇÃO

De quarta a sexta-feira, das 9h30 às 16h30.

Aos sábados, domingos e feriados, das 9h30 às 17h30.
Nos meses de janeiro e julho, o Inhotim abre também às terças-feiras.
 
ENTRADA PARA VISITAÇÃO 
Inteira: R$ 50,00 | Meia-entrada*: R$ 25,00.
*Veja as regras de meia-entrada no site: www.inhotim.org.br/visite/ingressos/

ENTRADA GRATUITA
Inhotim Gratuito:
Quarta Gratuita Inhotim: todas as quartas-feiras são gratuitas; Domingo Gratuito Inhotim B3: último domingo do mês é gratuito; moradores e moradoras de Brumadinho cadastrados no programa Nosso Inhotim; Amigos do Inhotim; Crianças de 0 a 5 anos.

LOCALIZAÇÃO
O Inhotim está localizado no município de Brumadinho, a 60 km de Belo Horizonte (aproximadamente 1h15 de viagem). Acesso pelo km 500 da BR-381 – sentido BH/SP. Também é possível chegar ao Inhotim pela BR-040 (aproximadamente 1h30 de viagem). Acesso pela BR-040 – sentido BH/Rio, na entrada para o Retiro do Chalé. 

INHOTIM LOJA DESIGN
A loja do Inhotim, localizada na entrada do parque, oferece itens de decoração, utilitários, livros, brinquedos, peças de cerâmica, vasos, plantas e produtos da culinária típica regional. É possível adquirir os produtos também na loja online.

GASTRONOMIA  
O Inhotim oferece aos visitantes diferentes opções para alimentação. No tradicional Restaurante Tamboril, o público encontra um ambiente integrado aos jardins e ao acervo de arte contemporânea, com um cardápio a preço fixo, extensa carta de vinhos, além de uma mesa de sobremesas com doces diversos. Já o Restaurante Oiticica, localizado próximo à obra Invenção daor, penetrável Magic Square #5, De Luxe (1977), de Hélio Oiticica, traz refeições self-service a quilo, com menu que inclui saladas e opções de caçarolas quentes. O Café das Flores, situado próximo à recepção do Inhotim, oferece em seu cardápio o clássico pão de queijo mineiro, além de opções de lanches, bolos e café. Mais opções de cafés, lanches rápidos, hambúrgueres e sobremesas são servidas nas imediações da Galeria True Rouge pelo OOP Café, na Galeria Miguel Rio Branco pelo Bayo, e na Galeria Galpão com a hamburgueria Hack. Completam as opções de alimentação no Inhotim a Casa de Sucos e a Pizzaria do Teatro.

O Inhotim tem a Vale como Mantenedora Master; a Cemig como Parceira Estratégica; Shell, Itaú e B3 como Patrocinadores Master e conta com o Patrocínio Ouro do Santander, da Volvo e da CBMM. Os patrocínios são viabilizados por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura.

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp