17 de junho de 2024

Search
Close this search box.

Sistema Fecomércio MG, Sesc e Senac anuncia atrações especiais para o Carnaval de BH

POR:

POR:

Redação

Foto: É o Tchan!/ Reprodução internet

O aporte financeiro do Sistema Fecomércio MG ao Carnaval de Belo Horizonte em 2024 será de quase 4 milhões de reais, sendo 1 milhão em patrocínio direto junto à Prefeitura da capital e o restante investido em treinamento de vendedores ambulantes, ações voltadas para saúde, segurança e turismo, além de uma apresentação especial do grupo É o Tchan! no domingo pós-Carnaval.

Pelo segundo ano consecutivo, o Sistema Fecomércio MG, Sesc e Senac vai patrocinar o Carnaval de Belo Horizonte. Em 2024, a festa deverá receber mais de 5,5 milhões de foliões durante o período oficial, que começou em janeiro e se estende por todo o mês de fevereiro.

Ao renovar a parceria com a folia de BH, o Sistema Fecomércio MG pretende tornar a experiência dos foliões ainda mais especial, apresentando aos turistas o que há de melhor entre os produtos de Minas e, assim, movimentando o comércio e o setor hoteleiro da cidade.

Conforme pesquisa do Núcleo de Pesquisa e Inteligência da Fecomércio MG, realizada na segunda quinzena de janeiro em 17 bairros com alta movimentação de pessoas no Carnaval, nas regiões Centro-Sul, Leste e Oeste de Belo Horizonte, 49,6% do comércio varejista espera por um volume de vendas maior, em relação ao Carnaval de 2023. O crescimento da folia em fevereiro, com a expectativa para este ano da presença de quase 6 milhões de pessoas, conforme a Belotur, traz uma movimentação comercial e financeira atípica e positiva para o varejo da Capital. 

Ainda de acordo com a pesquisa Expectativa para o Carnaval, neste ano 51,1% das empresas avaliadas estarão em funcionamento durante a festa. Entre esses empreendimentos, 67,3% abrirão todos os dias. Um fluxo maior de clientes é esperado no período que antecede as festividades para 40,7% dos entrevistados. Visando impulsionar ainda mais as vendas, 18,6% aplicarão preços promocionais, 13,3% farão uso de propagandas e 7,1% deverão investir em atendimento diferenciado.

Para melhor atender à demanda esperada, 22,1% investirão no aumento do estoque, 3,5% pretendem comercializar itens não habitualmente vendidos em suas lojas, ao passo que 3,5% investirão na visibilidade das suas lojas (vitrines).

“Além de ser uma grande manifestação popular da cultura brasileira, o Carnaval é um evento de enorme importância para o comércio por movimentar bares, restaurantes, hotéis e lojas de vários segmentos. Belo Horizonte tem hoje o melhor Carnaval do país. Ao apoiá-lo, o Sistema Fecomércio MG contribui diretamente para o fortalecimento da economia local”, explica o presidente do Sistema Fecomércio MG, Sesc e Senac em Minas, Nadim Donato.

Em 2024, o aporte financeiro do Sistema Fecomércio MG ao Carnaval de Belo Horizonte de quase R$ 4 milhões, sendo R$ 1 milhão de patrocínio direto à Prefeitura de BH e o restante investido em treinamento de vendedores ambulantes, ações voltadas para saúde, segurança e turismo, além de uma apresentação especial do grupo É o Tchan! no domingo pós-Carnaval.

Foto: presidente do Sistema Fecomércio MG, Sesc e Senac em Minas, Nadim Donato/ Jessica Sarahland

Ambulantes

Assim como no ano passado, o Sistema ofereceu, por meio do Senac em Minas, capacitação gratuita a 3 mil vendedores ambulantes credenciados para trabalhar no Carnaval. Em treinamentos realizados no Grande Teatro do Sesc Palladium, no dia 18 de janeiro, em três turnos diferentes, os participantes receberam orientações que poderão potencializar suas vendas durante a folia.

Foram ensinadas técnicas para apresentação dos produtos, abordagem aos foliões, segurança, higiene, precificação, agilidade e fidelização. Todos os ambulantes capacitados receberam também, gratuitamente, um kit com guarda-sol, bolsa e camisa para melhor identificá-los durante o evento.

Outras ações especiais

Sempre presente na atividade cultural da cidade, o Sesc em Minas será responsável por diversas ativações espalhadas por BH nos dias de Carnaval, com foco em cultura, saúde e turismo.

Além da veiculação de uma série de dicas de saúde e nutrição nas redes sociais, será colocado, de maneira simbólica, um preservativo gigante no obelisco da Praça Sete (mais conhecido como “Pirulito da Praça Sete”), como alerta para prevenção das IST (Infecções Sexualmente Transmissíveis).

Ainda como parte das ações voltadas para o bem-estar do público, o Sesc em Minas oferecerá caminhões-pipa em locais de maior concentração de pessoas para refrescar os foliões nos blocos carnavalescos.

Pensando na segurança e na melhor experiência do público, cinco pontos de encontro serão instalados em endereços estratégicos para facilitar a localização nas saídas dos grandes blocos. Cada um desses pontos receberá um totem temático alusivo a uma referência belo-horizontina: Pão de Queijo; Copo Lagoinha; “Queijim”; “Cafezinho”; e “Santê”.  

Os endereços dos pontos de encontro serão:

  • Av. Assis Chateaubriand com Av. Francisco Sales, Floresta
  • Av. Santos Dumont, próximo ao nº 167, Centro
  • Praça Sete de Setembro – Quarteirão Fechado da Rua Rio de Janeiro, esquina com Rua Tamoios, Centro
  • Praça Duque de Caxias, Santa Tereza
  • Av. Getúlio Vargas, 1010 – Funcionários

A festa não acaba na Quarta-feira de Cinzas

Para encerrar de forma apoteótica a programação do nosso Carnaval, o Sistema Fecomércio MG, Sesc e Senac vai colocar na rua o Bloco do Comércio, que terá como grande atração o icônico grupo baiano É o Tchan!, no dia 18/2 – primeiro domingo após a festa.

O É o Tchan! vai desfilar em um trio elétrico, saindo da Avenida Santos Dummont em direção à Praça Sete, no hipercentro da capital. A concentração do Bloco do Comércio será às 13h e o encerramento, às 17h30. O cortejo contará com a participação do Batuca Sesc – projeto sociocultural desenvolvido pelo Sesc Palladium –, dos blocos Quando Come se Lambuza e Tchanzinho Zona Norte e das animadoras culturais Efigênia Maria e Bella La Pierre.

Sobre o Batuca Sesc

O Batuca Sesc é uma atividade formativa de Arte Educação, coordenada pelo Sesc Palladium, que prevê a formação coletiva de jovens ritmistas, multiplicadores e interessados em geral, aptos a atuar na cena cultural tradicional e carnavalesca, por meio da prática de instrumentos de samba, fomentando, assim, a criação de grupos percussivos para apresentação nos desfiles de blocos de rua da cidade de Belo Horizonte.

Sobre o Sistema Fecomércio MG, Sesc e Senac

O Sistema Fecomércio MG é formado pela Fecomércio MG, pelo Sesc em Minas e pelo Senac em Minas, em parceria com os Sindicatos Empresariais, e integra a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). Por meio da cooperação estratégica entre essas instituições, sua atuação tem o objetivo de fortalecer o comércio mineiro e contribuir com o desenvolvimento social e econômico de Minas Gerais.

O escopo das atividades do Sistema ainda inclui a capacitação profissional e a promoção da qualidade de vida dos trabalhadores do comércio de bens, serviços e turismo e seus dependentes, por meio de serviços de saúde, educação, cultura, esporte, lazer e ação social.

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp